Pablo Escobar e Victoria Eugenia | © Canal HISTÓRIA

Canal História vai à caça de Pablo Escobar

Um especial de duas horas que assinala o 26º aniversário da morte de Pablo Escobar, dando a conhecer uma perspetiva privilegiada daquela que foi a verdadeira caça ao homem. Curioso? Nós também 🙂

Pablo Escobar sempre foi e sempre continuará a ser um mito na história. No grande ecrã foi Javier Bardem o último a dar vida ao famoso senhor da droga colombiano em “Amar Pablo, Odiar Escobar,” tendo a história neste caso sido contada pela sua amante, Virgínia Vallejo (Penélope Cruz). Agora, no 26º aniversário da sua morte, o canal HISTÓRIA irá emitir um especial de duas horas que promete dar a conhecer uma nova e privilegiada perspetiva daquela que foi a caça a Pablo Escobar, descrita em primeira mão pelos agentes da DEA que o perseguiram.

Lê Também:
20 anos de Canal História | Entrevista exclusiva a Carolina Godayol

Escobar foi a figura mais notória de um dos períodos mais sombrios da história política recente da Colômbia. O seu percurso iniciou-se com roubos e pequenos tráficos na cidade de Envigado, nos arredores de Medellín, que mais tarde o tornariam num dos homens mais ricos do mundo, graças ao comércio de cocaína. Atacando pelos dois lados, violência e suborno em larga escala, Escobar agregou grande parte do estado colombiano levando-o à beira do colapso.

Em 1992, Escobar foi sentenciado a prisão domiciliária e aquando a sua transferência para outra prisão escapou, conseguindo manter-se a monte durante dezassete meses. Só a 2 de dezembro de 1993, após longas buscas, é que foi baleado num telhado de Medellín.

Pablo Escobar: Operação Narco” estreia dia 2 de dezembro, às 19h30, no canal HISTÓRIA

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *