Capitão América: Guerra Civil apresenta-nos o seu amigável vizinho no segundo trailer

A terceira fase do Universo Cinematográfico da Marvel começa já em Abril deste ano com o terceiro capítulo de Capitão América.

 

O épico “Capitão América: Guerra Civil”, dirigido por Anthony & Joe Russo conta com um dos maiores elencos da história dos super-heróis, que nesta instância de Guerra Civil se dividem em duas equipas – Equipa Homem-Ferro e Equipa Capitão América. O primeiro trailer serviu para assentar o centro do argumento, nomeadamente o que levou à separação dos heróis e ainda para a apresentação de um Pantera Negra (Chadwick Boseman). Neste segundo clip a guerra intensifica-se, com Tony Stark (Robert Downey Jr.) e Steve Rogers (Chris Evans) a tomarem a liderança de ambas as facções, Iniciativa e Resistência respectivamente, e a mostrarem o seu descontentamento para um com o outro.

Lê ainda: George R. R. Martin tem um problema com os filmes da Marvel

A surpresa do segundo trailer aparece no fim – Homem-Aranha – desta vez interpretado por Tom Holland finalmente saltou dos ecrãs da Sony para se juntar a’Os Vingadores. Obviamente aliado com Tony Stark, como na banda-desenhada original, Homem-Aranha aparece num momento em que as duas equipas estão frente a frente e desarma Capitão América. O novo fato do aracnídeo tem recebido reacções mistas pelos fãs, com alguns ainda indecisos sobre se o fato animado (CGI) terá sido a melhor decisão. Tom Holland decididamente que empresta a sua voz a Peter Parker de forma natural e orgânica, o que se espera que possa encaixar melhor quando o herói fizer as suas piadas de marca no meio das batalhas.

Lê Também:
Viúva Negra (Kit) | Passatempo MHD

Capitão América: Guerra Civil Trailer 2

Vê ainda: Capitão América: Guerra Civil | Um incrível primeiro trailer

É de relembrar que a personagem do Homem-Aranha pertence à Sony Pictures, e que só depois do falhanço crítico e financeiro de “O Fantástico Homem-Aranha 2” é que os estúdios chegaram a acordo para que a Marvel apresentasse uma nova versão de Homem-Aranha. Resumindo, a Sony mantém os direitos da personagem e do universo da mesma, incluindo spinoffs como “Venom”, mas a Marvel é a criativa que decide para onde a personagem se vai virar de forma a encaixá-la no em crescimento Universo Cinematográfico Marvel.

SINOPSE:

“Capitão América: Guerra Civil” começa com outro incidente internacional envolvendo Steve Rogers e o recém formado grupo de Vingadores que resulta em danos colaterais. Estes eventos desencadeiam-se no Tratado de Sokovia, uma lei promulgada pelo governo, a fim de ser um sistema de prestação de contas, pretendendo supervisionar e dirigir a equipe. Isto faz com que Os Vingadores acabem se dividindo, resultando em duas facções: a Resistência, liderada por Rogers que deseja operar sem regulamentação e outra, a Iniciativa, liderada por Tony Stark, que apoia a supervisão governamental, enquanto eles tentam proteger o mundo de um novo inimigo.

Capitão-america-guerra-civil

Capitão América: Guerra Civil estreia a 28 de Abril em Portugal.

Lê Também:
Black Panther 2 recruta Michaela Coel

Marcos Mendes

Um membro representante da cultura geek, criativo e apaixonado pela sétima arte. Sigam-me no Facebook para mais comentários e opiniões sobre o mundo do cinema e televisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *