Colin Stetson na Igreja de St. George

Colin Stetson estreou-se em Lisboa em concerto com lotação esgotada

A ZDB trouxe o músico norte-americano Colin Stetson a Lisboa para um concerto com lotação esgotada na envolvente Igreja St. George.

Na passada segunda-feira, dia 8 de Abril, foi acompanhado de saxofones e de um clarinete que Colin Stetson encheu a Igreja St. George para um concerto intimista, promovido pela Galeria Zé dos Bois. Entre alguns dos temas mais conhecidos da sua obra, o músico apresentou o mais recente disco All This I Do For Glory, editado em 2017. Oscilando entre o jazz e o indie rock, fizeram-se soar melodias num jogo entre os tradicionais instrumentos de sopro e a respiração e fôlego do multifacetado músico. Stetson recusa a manipulação electrónica e digital, defendendo a produção de múltiplos sons a partir de uma única fonte instrumental.

Natural de Ann Arbour, cidade de Michigan (estado onde nasceu também Steve Mackay, o legendário saxofonista dos Stooges), é um dos mais aclamados saxofonistas da atualidade. Ainda assim, Colin Stetson não é apenas um instrumentista virtuoso, mas também compositor de uma já vasta discografia. Aclamado pela crítica, é autor da trilogia New History Warfare, pelo qual foi nomeado para o prémio Polaris, e de SORROW, disco em que reinterpreta a Sinfonia nº3 de Henryk Górecki. Colaborou com artistas como Tom Waits, Arcade Fire, Lou Reed, LCD Soundsystem, David Byrne, Bon Iver, The Chemical Brothers ou Anthony Braxton. Fez parte da criação do álbum Never Were The Way She Was, com a violinista Sarah Neufeld, dos Arcade Fire, e no álbum Ex Eye, com Shahzad Ismaily, Greg Fox e Toby Summerfield. Construiu também bandas sonoras de variados filmes, sendo em Hereditário, do realizador Ari Aster, que se encontra o seu trabalho mais recente.

Lê Também:
Black Bombaim em imagens

A assinalar a diferença, o local escolhido pela ZDB para o concerto em Lisboa foi o interior da St George’s Church, uma igreja anglicana junto ao Jardim da Estrela, que por todas as suas características criou uma atmosfera especial e envolvente para o público presente. Depois de percorrer toda a igreja e passar pelas inúmeras filas de bancos, chego ao fundo da mesma, onde teve lugar o concerto. Em lotação esgotada, os olhos de quem espera pelo seu início pousam nos instrumentos de Colin. Poucos minutos depois, as luzes são apagadas e o músico surge sereno, cumprimentando todos os presentes, acompanhado de um copo de vinho que pousou junto aos instrumentos. O concerto foi ganhando contornos e o público, também ele calmo, respondia num movimento de cabeça sincronizado com as diferentes batidas que ecoavam por toda a igreja como se de uma banda inteira se tratasse. Apresentando o seu novo trabalho, “Between Water and Wind” e “Spindrift” foram duas das músicas que se fizeram ouvir na Igreja St. George. O músico terminou agradecendo a presença do público que se levantou para aplaudir um dos mais conceituados saxofonistas norte-americanos.

Confere as fotos oficiais do concerto na galeria:

Estiveste presente no concerto do multifacetado músico? A Magazine.HD quer saber o que sentiste, deixa-nos o teu comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *