'A Menina Silenciosa' ©Outsider Films

The Quiet Girl – A Menina Silenciosa, em análise

O estreante realizador irlandês Colm Bairéad realizou o genial ‘The Quiet Girl – A Menina Silenciosa’, um filme cheio de sensibilidade e de um prodigioso rigor na hora de compor cada plano. Nomeado para Oscar de Melhor Filme Internacional de 2023, chega agora felizmente às nossas salas. Absolutamente a não perder!

Às vezes o menos pode tornar-se demais, e a emoção pode estar na simplicidade em vez da complexidade, e este texto vai procurar também reflectir isso. É o caso, pois deste ‘A Menina Silenciosa’, (‘The Quiet Girl’, no original), uma pequena jóia de cinema, uma história profundamente comovente, passada na Irlanda rural, na década de 80 do século XX, que usa a simplicidade como seu maior trunfo e que pode tornar-se num clássico do cinema europeu, apesar de ser quase totalmente falado em gaélico. Por trás dessa clareza, de linguagem cinematográfica, está um talentoso Colm Bairéad, (Dublin, n.1981) que se estreia com a sua primeira longa-metragem de ficção, assente num prodigioso rigor na composição de cada plano, na direcção dos actores e numa deslumbrante fotografia da natureza rural do interior da Irlanda. ‘A Menina Silenciosa’ é baseado em ‘Three Lights’, um pequeno romance da escritora irlandesa Claire Keegan (Wicklow, n.1981), que nos conta a história de Cáit, uma menina de 9 anos, — interpretada, de uma forma memorável, pela também estreante Catherine Clinch —, que vive com a sua família em condições de praticamente abandono. A mãe tem de cuidar dos sucessivos filhos que vai tendo e o pai é uma figura ausente, que se preocupa mais em beber e em criar um ambiente tóxico em casa, do que proteger e apoiar a família. Entretanto Cáit é enviada durante as férias escolares, para um viver com uns primos da mãe, um casal mais velho e sem filhos e é aí que a pequena experimenta pela primeira vez, um profundo carinho, afeto e atenção. Não sem que ajude a ecoar um segredo dessa família há muito resguardado.

'A Menina Silenciosa'©IMDB
‘A Menina Silenciosa’ |©Outsider Films

O realizador Colm Bairéad para nos mergulhar nesta história, usa o ponto de vista da menina, através dos seus olhos tristes, a sua forma de ver o mundo que a rodeia e sobretudo através de uma forma muito sensível, o seu sentimento de incompreensão e orfandade. A maravilha do filme é precisamente a forma como o filme nos conta através do ‘segredo dos olhos’ da criança e dos seus silêncios, os seus sentimentos de desenraizamento e de tristeza infinita. E tudo isto indo aos mínimos detalhes, através de uma observação minimalista, que se traduzem em questões formais e um planeamento sequencial tão preciso quanto puro e honesto, sem manipulações ou subterfúgios.

Lê Também:   The Quiet Girl - A Menina Silenciosa, em análise



VÊ TRAILER DE ‘A MENINA SILENCIOSA’

A particularidade de ‘The Quiet Girl – A Menina Silenciosa’ ser falado em gaélico irlandês — o que constitui também uma raridade — não nos causa qualquer estranheza, porque não é nas palavras que reside a genialidade do filme ou as emoções que transmite, mas antes nos seus silêncios; na verdade nessa capacidade de conseguir entrar na intimidade, na solidão da protagonista, através do enigma do silêncio, que esconde uma infinidade de segredos, medos ocultos, que ela é incapaz de verbalizar. ‘The Quiet Girl – A Menina Silenciosa’ é um belíssimo conto sobre a infância, sobre a importância dos afectos, às vezes tão bruto quanto profundamente empático, que ao mesmo tempo aprofunda no trauma, no espírito de sobrevivência, diante do desamparo, mas sempre de uma forma profundamente bela. Por isso, é um filme dotado de uma delicadeza inusitada, onde não encontramos um pingo de pieguice ou cinismo, mas antes generosidade, virtude e sensibilidade, sem ser em demasia. Tudo na medida certa, mesmo que as lágrimas por vezes nos venham aos olhos. 

Lê Também:   20.000 Espécies de Abelhas, em análise
A Menina Silenciosa
‘A Menina Silenciosa’|©Outsider Films

JVM

A Menina Silenciosa, em análise

Movie title: The Quiet Girl

Movie description: Irlanda 1981. Cáit, de nove anos, contraria as adversidades de uma vida de pobreza no campo com um retiro tranquilo no seu próprio mundo. Ela é uma observadora sensível da beleza das pequenas coisas em seu redor. Quando é enviada da sua sobrecarregada família de origem, a maioria das vezes emocionalmente fria, para um viver com um casal mais velho e sem filhos durante as férias, a pequena experimenta pela primeira vez, um profundo afeto e atenção.

Date published: 15 de June de 2023

Country: Irlanda

Duration: 95 minutos

Director(s): Colm Bairéad

Actor(s): Carrie Crowley, Andrew Bennett, Catherine Clinch, Michael Patric, Kate Nic Chonaonaigh, Carolyn Bracken,

Genre: Drama, 2022,

  • José Vieira Mendes - 95
95

CONCLUSÃO:

‘A Menina Silenciosa’ é um filme para os amantes de pequenas obras independentes e cheias de poesia silenciosa. Na Irlanda rural de 1981, Cáit, uma menina de nove anos, vive retraída entre a sua família numerosa e hostil. Os seus pais mandam-na passar o verão na casa rural de uns parentes mais ricos, onde o misterioso silêncio de Cáit se encontra com o calor de um lar e paisagens idílicas. Lá, a menina vai também fazer ecoar o segredo que essa família adotiva mantém e que evita falar. Com isto, ‘A Menina Silenciosa’ revela-se um dos filmes independentes mais deslumbrantes do ano, premiado durante a sua passagem pela secção Generation da Berlinale 2022 e vencedor do Silver Spike, do Audience Award e do Critics Award no Valladolid Film Festival, além de ter sido um dos nomeados ao Oscar® de Melhor Filme Internacional 2023. Era talvez o melhor de todos, mas só agora chega às nossas salas se cinema e ainda bem! 

JVM

Pros

É um filme maravilhoso que com a sua aparente simplicidade emociona, qualquer coração mais empedernido pelas coisas mais banais, deste mundo.

Cons

 A subtileza e a sensibilidade é tanta que também corre o risco de ser um filme incompreendido por muitas dessas almas que andam por aí sem virtudes ou qualquer tipo de generosidade afectiva.

Sending
User Review
5 (1 vote)
Comments Rating 5 (1 review)


Também do teu Interesse:


About The Author


Leave a Reply

Sending