Amadrinhadas | © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

Disney+ | Entrevista exclusiva com o elenco de Amadrinhadas

Amadrinhadas é o novo filme mágico da Disney+ Portugal! E a Magazine.HD teve a oportunidade de falar com o elenco, incluindo Isla Fisher e Jillian Bell.

Ouvir a palavra Disney é pensar em magia e se nos falarem em filmes destes mágicos estúdios, é inevitável que se pense em contos de fada certo? Nós pelo menos lembramo-nos sempre das princesas, da Cinderela à Pequena Sereia, ou das histórias “Era uma vez…” que chegam sempre a um “… e viveram felizes para sempre”. E sim, adoramos!

E se também fazes parte desse grupo de fãs, então prepara as pipocas e o lugar no sofá porque a Disney+ Portugal tem uma novidade muito especial em dezembro. Com estreia marcada na plataforma para 4 de dezembro, “Amadrinhadas” é o novo filme original dos estúdios, com pessoas reais, e que promete trazer essa magia dos contos de fadas aos ecrãs de todos os subscritores.

SUBSCREVE JÁ À DISNEY+

Em “Amadrinhadas”, Eleanor (Jillian Bell) é uma fada madrinha jovem e inexperiente que descobre que a sua profissão está em risco de extinção. Não querendo desistir do seu sonho, decide mostrar ao mundo que as pessoas ainda precisam de fadas madrinhas! Eleanor descobre uma carta antiga, escrita por uma menina de 12 anos e decide procurá-la. Quando a encontra, percebe que Mackenzie (Isla Fisher) é já uma mãe solteira de 40 anos e que trabalha numa estação de televisão em Boston. Tendo perdido o marido há alguns anos, Mackenzie quase desistiu da ideia do ‘Felizes para sempre’, mas Eleanor está determinada trazer felicidade à sua vida, quer ela queira, quer não.

Lê Também:
Disney+ Portugal | Um dezembro muito natalício

Com um elenco quase todo ele feminino, “Amadrinhadas” (“Godmothered”) é realizado por Sharon Maguire, responsável por êxitos como “O Diário de Bridget Jones” ou “O Bebé de Bridget Jones”. Do elenco, para além de Bell e Fisher, fazem parte Jillian Spaeder, Willa Skye, Santiago Cabrera, Artemis Pebdani, Utkarsh Ambudkar e Jane Curtin. E acreditem que juntos fazem magia.

E a Magazine.HD, a convite da Disney, teve a fantástica oportunidade de falar com este maravilhoso elenco. Numa conversa que contou com vários momentos divertidos, o elenco falou sobre como foi trabalhar em equipa, terminar o filme ainda antes das maiores restrições por Covid-19 e até inspirações da Disney. Prometemos que não vos contamos as partes que desvendam o filme, apenas o que poderá aguçar o interesse.

Amadrinhadas
“Amadrinhadas” é um mix de conto de fadas com filme de Natal © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para Jillian Bell] Consegues dar-nos uma breve ideia sobre o que é “Amadrinhdas”, da Disney?

JILLIAN B: É uma história sobre uma fada madrinha em treino, que eu interpreto, a Eleanor. E ela vai até à terra para provar que as fadas madrinhas ainda são necessárias, procurando uma jovem rapariga, a Mackenzie Walsh, que descobre já ser crescida e adulta (que é interpretada pela adorável Isla Fisher). E a Mackenzie, que é interpretada pela Isla, não acredita realmente que precise de uma fada madrinha. Mas ela talvez precise de uma. Talvez precise.

[para Isla Fisher] E Isla, fala-nos sobre o equilíbrio entre a comédia e o ‘coração’ neste filme, porque sabemos que a tua veia de humor e comédia, e a tua comédia física é maravilhosa. Mas conta-nos sobre o equilíbrio das duas coisas neste filme.

ISLA: É o engraçado desta história, que pensemos nela como um híbrido. Temos muita comédia física e piadas psicológicas também. E depois temos jogos de palavras, e a minha personagem é mais…é como se eu fosse o homem hétero da história, que é algo que eu nunca pude desfrutar antes. Quer dizer, não tive a oportunidade de interpretar antes.

Lê Também:
Disney+ | Um calendário de advento bem recheado

[para Jillian B.] Tornares-te uma personagem da Disney era um sonho teu? E “Amadrinhadas” cumpriu esse sonho?

JILLIAN B: Completamente, às duas [perguntas]. Quer dizer, quem é que não cresce a querer ser uma princesa da Disney? Esse é o objectivo. Eu, todas as mulheres aqui do elenco estão a abanar a cabeça. Nós dissemos que sim. E depois o guião chegou-me, e eu sempre quis interpretar um ser mágico, porque o meu objectivo na vida era interpretar uma bruxa. E isto [ser uma fada madrinha] foi o mais perto que consegui. Ela tem magia e feitiços e está a tentar fazer os sonhos da personagem de Isla tornarem-se realidade. Por isso, sim, penso que era um objectivo e consegui-o, e ainda estou arrebatada por ter conseguido o papel e por ter trabalhado ao lado deste talentoso elenco.

Disney+ Amadrinhadas
Jillian Bell quis ser uma bruxa mas adorou o papel de fada-madrinha © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para Santiago Cabrera] Tu és o rei dos sotaques. E estamos habituados a ver-te em papéis sérios e de adultos, como “Picard”, “Merlin” e “Big Little Lies” ou “The Musketeers”. Mas agora estás num filme da Disney, como príncipe, pelo como é que foi a transição e poder interpretar este adorável pai depois de tantas personagens sérias?

SANTIAGO: Bem, foi um apelo porque queremos sempre mudar um pouco as coisas. Mas também gosto de não ser o típico príncipe. Foi algo como o Príncipe Encantado em frases porque ele sente-se um underdog e que a personagem da Isla é completamente fora ‘da sua liga’. E eu adoro a parte em que ele é um jornalista sério, que quer contar histórias importantes e boas notícias e acaba por estar num programa da manhã sensacionalista, com um patrão abusador. [a rir-se] esse tipo de coisas. Sim, houve muitos elementos divertidos na personagem. (…) Mas havendo uma oportunidade de fazer algo diferente, há que aproveitar.

Amadrinhadas
Santiago Cabrera é o príncipe encantado de Isla Fisher em “Amadrinhadas”, mas de um modo diferente do habitual conto de fadas © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para todos] Com o mundo no estado em que se encontra, o filme relembra-nos os contos de fadas e que as histórias do ‘felizes para sempre’ ainda estão por aí, mas que às vezes procuramo-las nos sítios errados. Tendo isto em conta, contam que as audiências retenham esta mensagem como um novo sentido de esperança?

ISLA: Sim, absolutamente, e para as jovens raparigas que vejam o filme, sabem, o ‘felizes para sempre’ não inclui necessariamente um castelo, um príncipe e um vestido. Também podem ser bençãos que tenham na vossa vida, com a família, ou o trabalho…

JANE: Eu penso que também representa o que o mundo é agora, e que já não estamos em 1860. Não são os castelos e este tipo de coisas. O ‘felizes para sempre’ é o que queres que seja. É aquilo em que acreditas e é um objectivo que podes alcançar sozinho(a). Se o queres, se acreditas que consegues, é algo que não recai na magia. Recai em ti e no teu espírito. E isso é algo que penso que todos temos de nos lembrar, que somos capazes de coisas extraordinárias e de pensamentos positivos para nós e para os outros. E isso é um ‘felizes para sempre’.

Lê Também:
Disney+ Portugal | GroupWatch, a nova funcionalidade para amigos e família

[para Jillian Spaeder] Como é que foi fazer parte de um filme em que tens um momento só teu, de uma grande actuação?

JILLIAN S: Filmar a grande cena do espectáculo foi divertido para mim porque na vida real toco guitarra e sou cantora. Ter a oportunidade de actuar e de ser parte do filme, enquanto actriz, foi uma experiência muito divertida. E é divertido porque eu subo ao palco, e há tantos actores maravilhosos no ‘fundo’. E eu olho, e sinto ‘wow’, há muitas pessoas aqui. E fico assustada e nervosa, e a pensar como isto é uma loucura. Mas foi muito divertido e penso que filmámos essa cena por dois dias. Mas divertimo-nos todos, apesar de estar frio porque estávamos num hangar de um avião, e eu estava num vestido sem alças. Por isso eu estava a tremer mas a Jillian Bell ensinou-me um truque maravilhoso, para expirar os arrepios e eu fiquei com essas palavras durante o filme todo.

Disney+
Jillian Spaeder, cantora na vida real, é responsável por um momento musical em “Amadrinhadas” © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para Jillian B. e Jane Curtin] Sendo fadas-madrinhas, inspiraram-se em outras personagens da Disney, como as fadas-madrinhas de “A Bela Adormecida” ou a fada-madrinha da “Cinderella”? E de que modo é que elas vos inspiraram?

JILLIAN B: Sim, quer dizer, a fada-madrinha da Cinderella de certeza [foi uma inspiração]. Ela é a fada-madrinha original. Eu definitivamente que tentei não personificar muito [a sua personagem] por isso tive de criar algo ligeiramente diferente. Mas quer dizer, ela é a fada-madrinha a superar!

Disney+
Eleanor não é a típica fada-madrinha mas o seu espírito e magia sobressaem em todo o filme © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

JANE: Eu acabei por inspirar-me muito nela porque havia muito disto! [aqui neste momento Jane abre os braços para cima, como a fada-madrinha de ‘Cinderela’ faz quando começa a fazer os feitiços, com braços para cima e varinha em punho]. Ela tem muito disto, de braços para cima e de fazer interpretação da cintura para cima. Mas eu lembro-me que também já interpretei outra personagem da Disney, penso que foi no 50º aniversário da “Bela Adormecida”, e eu fui a Rainha má. Foi apenas uma noite, na Disneyland.

[para todos] Com várias gerações aqui no elenco, sentem que as pessoas ainda acreditam em fadas como muitos acreditámos enquanto crescemos nos anos 70, 80, 90 ou antes? E para os homens, em que é que acreditavam quando estavam a crescer, ou em que é que queriam acreditar?

UTKARSH: Se perguntarem à minha filha, agora mesmo, o que ela quer ser quando crescer, ela vai-vos responder que quer ser uma fada. Por isso nós acreditamos a 100%, e apoiamos, a magia nesta casa. É onde eu estou agora, em modo fada constante.

JANE: Nós acreditámos em fadas por uns tempos, até deixarmos de acreditar. Penso que é o normal.

Amadrinhadas
“Amadrinhadas” traz magia para todas as gerações © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

[para todos] Este filme faz-nos sentir amados. Pegando nisso, que outro filme da Disney, e escolham apenas um, é que vos faz sentir amados?

JILLIAN B: Oh, essa é uma pergunta muito boa!

SANTIAGO: Oh, “Wall-E”!

JANE: “Wall-E”? Foi o que disseste, “Wall-E”? Eu adorei esse filme!

ISLA: Eu adorei o “Wall-E”!

JILLIAN B: Eu adoro “Lady and the Tramp”, faz-me sentir adorada e quente. Eu adorei o filme.

WILLA: Especialmente a versão live-action de “Lady and the Tramp”. Eles só usaram cães de resgate para esse filme.

ARTEMIS: Eu adorei “A Bela e o Monstro”.

Pelo meio, e sempre com muita diversão, o elenco também falou sobre os desejos que gostaria de ver realizados se uma fada-madrinha surgisse – sendo o mais comum o regresso ‘à normalidade’, o tipo de pesquisas que fizeram para os papéis e até como foi trabalhar com animais. Porque afinal de contas, como em qualquer filme mágico, há muitos animais envolvidos, e em “Amadrinhadas” da Disney+ Portugal encontramos um cão, um porco e até Gary, um guaxinim teimoso mas que ajuda nas lides domésticas (mas não vos contamos muito porque tem muito mais piada se os virem no filme, especialmente o Gary!).

Disney+ Amadrinhadas
Willa Skye adorou trabalhar com os animais do filme © 2020 Disney Enterprises, Inc. All Rights Reserved.

Curiosos com o filme? Com quem é que vão ver Amadrinhadas?

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *