Cr. CAROLE BETHUEL/NETFLIX © 2020

Emily vai continuar em Paris e na Netflix

A Netflix acabou de confirmar que Lily Collins irá continuar a ser a “Emily em Paris”, pelo menos para mais uma temporada.

“Emily in Paris” estreou à pouco mais de um mês na Netflix e rapidamente chegou ao top 10 da plataforma. A série foi ganhando popularidade junto dos espetadores muito provavelmente por ser um conteúdo leve e divertido, ideal para binge-watching. Nela acompanhamos a americana Emily Cooper, que  consegue inesperadamente o seu emprego de sonho em Paris, quando a empresa onde trabalha adquire uma agência francesa de marketing de luxo e ela fica encarregada de revitalizar a estratégia desta para as redes sociais.

Lê Também:
Netflix em Novembro | As Séries que queremos ver

À semelhança da sua protagonista ficcional, também a história deixou os franceses um tanto ao pouco chateados, mas por diferentes razões. Ao passo que Emily mexia com os nervos dos seus colegas, por não saber a língua ou a forma de trabalho local, os verdadeiros parisienses sentiram-se ofendidos pelo modo como foram estereotipados. O próprio criador, Darren Star (“Sexo e a Cidade”), já sentiu a necessidade de clarificar que

É uma série americana, não é francesa. É um ponto de vista americano e a experiência de uma americana em Paris… Eu acho que brinca com as duas culturas,” referiu Star em entrevista à Variety

Independemente deste aspecto, “Emily in Paris” é um conteúdo perfeito para este e o próximo fim de semana, por exemplo. Por outro lado, se já viste a primeira temporada, temos boas notícias. Pode ser que seja à segunda que Emily aprenda francês, visto que a Netflix acabou de confirmar a continuação da série. Lily Collins regressa ao seu papel protagonista e à cadeira de produtora, sendo acompanhada por Philippine Leroy-Beaulieu, Kate Walsh, Lucas Bravo e Samuel Arnold.

IMAGEM | SYLVIE GRATEAU CONFIRMA QUE EMILY IRÁ CONTINUAR EM PARIS

emily in paris
© Netflix

Já viste esta comédia romântica ou vais aproveitar para ver este fim de semana? 🙂

Inês Serra

Cresci a ir ao cinema, filha de pais que iam a sessões duplas...Será genético? Devoro livros e algumas séries. Fã incondicional do fantástico e do sci-fi. Gostaria de viver todos os dias com o mote Spielbergiano - "I dream for a living"

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *