Nos primeiros ensaios de Portugal na Eurovisão 2023 © Corinne Cumming / EBU

Eurovisão 2023 | Ai Coração que entrevistamos Mimicat

Horas após o lançamento do videoclip de “Ai Coração”, estivemos à conversa exclusiva com Mimicat sobre os preparativos para Eurovisão 2023.

Videoclip lançado, pequeno-almoço tomado e entrevista com a Magazine.HD. Foram assim as últimas horas de Mimicat que, desde Liverpool, esteve à conversa connosco via Zoom.

Foi o momento certo para falarmos com a maior estrela da música portuguesa além fronteiras dos últimos dias, que nenhum fã do Festival Eurovisão da Canção consegue resistir. Não estamos a exagerar quando dizemos que todos falam da grande festa de “Ai Coração“, representante de Portugal naquela que será a 67ª edição do espectáculo televisivo mais amado pelo mundo.

Mimicat
Os primeiros ensaios de Portugal na Eurovisão 2023 © Corinne Cumming / EBU

Marisa Mena, ou simplesmente ‘Mimicat’, tirou um pouco do seu tempo, dedicado a entrevistas com meios internacionais, para nos conhecer mais detalhes sobre a sua atuação para a Eurovisão 2023. Revelou mesmo um pouco daquilo que poderemos ver no próximo dia 9 de maio – a primeira semifinal na qual atua em 5º lugar. Se dúvidas poderão ainda existir sobre o país vencedor, uma coisa é certa: a voz de Mimicat promete ser incrível e dar um autêntico push no batimento cardíaco dos telespectadores.

De todas as 37 canções da Eurovisão 2023, é essencialmente a mais desajustada, sendo capaz de marcar pela qualidade da sua instrumentalidade e pelo potencial, que em modo crescendo, a letra nos propõe. Sentimo-la tão portuguesa, ao mesmo tempo que a letra propõe uma espécie de melodrama e exagero que poderemos encontrar em qualquer parte do mundo. Todos temos um coração que por vezes quer mais e está cansado de aceitar o real. Um coração que se atreve a sonhar e a sentir as emoções todas, como realmente quer.

Lê Também:   Já é possível enviar mensagens no WhatsApp sem ter Internet

Para que tudo isso fosse possível de entender houve um exaustivo trabalho (e vontade) de Mimicat de trazer a música ao de cima. Ganhou vida porque sabia que a música precisava de ser cantada por si, mesmo com tantos artistas conceituados em mente. Alguém que sabe dar a volta a qualquer intempérie, Mimicat sabe do seu objetivo e da qualidade que quer atingir no palco de Liverpool. E nós temos a certeza que vai conseguir atingir um bom resultado, com ela estamos todos unidos pela música.

Abaixo, poderás ler a entrevista a Mimicat sobre “Ai Coração”, enquanto isso ouve a música de fundo.

Ai Coração | Música de Mimicat no Festival da Canção

Do cabaret, para o bar até ao nosso coração esta será certamente uma performance eurovisiva para recordar e que todos os portugueses se deverão orgulhar.

MHD: Será que me poderias dizer porque razão “Ai Coração” demorou tanto tempo até ganhar vida?

Mimicat 💃❤️: Eu quando escrevi a canção estava numa fase muito diferente da minha carreira. Ia lançar o meu primeiro disco a solo e era todo em inglês, numa vibe muito de blues e muito jazzy, muito distinta do “Ai Coração”. Quando escrevi a canção percebi que era tipicamente portuguesa. Tê-la na minha voz não fazia sentido nenhum. Durante anos não imaginei que fosse eu a cantar aquela música. No entanto, sabia que era perfeita para o Festival da Canção.

Havia essa dualidade. Por um lado, sabia que tinha potencial para o festival, mas não imaginei que fosse para mim. Demorei pelo menos 5 anos até pegar nela, porque achava que a iria dar a alguém. Pensei na Ana Bacalhau, na Gisela João e na Ana Moura, pensei em 5.000 pessoas! Pensei até em criar um projeto à parte, no qual estariam incluídas a Ana Bacalhau ou a Luísa Sobral e faria algo como Lady Marmelade. Depois pensei, que iria fazer outro projeto. Decidi, no entanto, submeter a canção como tinha.

Quando comecei a cantar em português, decidi dar uma hipótese a mim mesma, como Mimicat. Inicialmente fi-lo com o Twins, que produziu a canção comigo, mas a abordagem era muito Kusturica e de Leste. Era uma marcha e não era aquilo que queria. Mas foi essa versão, como demo, que submeti ao Festival da Canção. Fiz vários convites a outros produtores, que acabaram por rejeitar a música. Esta era uma canção muito difícil de se concretizar, pois eu não queria essa abordagem tradicional e mais óbvia à canção. A música marinou o tempo necessário para chegar a algum lado. Finalmente este ano tive a iniciativa de a submeter e fui obrigada a acabá-la.

Lê Também:   WhatsApp | Já está disponível uma das opções mais pedidas

MHD: Como te sentes ao representar o teu país na Eurovisão, sabendo que esta é a primeira vez que uma canção de livre submissão ganha o Festival da Canção?

Mimicat 💃❤️: Para mim é motivo de enorme orgulho uma vez que isso não tinha acontecido antes. Isso prova que, fora os convidados, há de facto muita gente que anda por aí com canções que podem chegar às pessoas.

A conexão que sentem com as canções nada tem a ver com o hype de cada um dos artistas. Portanto, pode haver uma pessoa que trabalha num escritório e que faz canções incríveis e uma vez submetida a sua canção se calhar tem a oportunidade de ganhar o Festival da Canção. Há esperança para muita gente e isso abre as portas a mais coisas novas.

MHD: Já tiveste o teu primeiro ensaio. Como correu? O que falta fazer para melhorar a atuação? Se algo tem de ser melhorado…

Mimicat 💃❤️: Tem, tem (risos). Nós tínhamos pensado num stand-in que não chegou. Houve uma grande adaptação porque teríamos o grande trabalho de LED-wall, mas a uma semana do espectáculo estava muito mau e não conseguimos continuar. Não sei se o público tem a noção, mas quem faz isso são as pessoas da organização da Eurovisão. Tivemos de adaptar e vamos ver o que conseguimos fazer com o trabalho de luzes. No primeiro ensaio já tivemos algum trabalho, feito com um enorme esforço.

Estamos a fazer muitas anotações daquilo que queremos ver concretizado no segundo ensaio. Esperemos que aí as coisas já estejam melhores e mais próximas da nossa visão final.

Mimicat
Os primeiros ensaios de Portugal na Eurovisão 2023 © Corinne Cumming / EBU

MHD: Veremos o tom vermelho na tua atuação do próximo dia 9 de maio?

Mimicat 💃❤️: Não se preocupem que o nosso outfit vai ser vermelho.

MHD: Já tens coisas preparadas para depois da Eurovisão?

Mimicat 💃❤️: Estamos a fazer as coisas em paralelo. Depois da Eurovisão temos os concertos que começarão em maio, portanto vamos ter um verão preenchido. Entretanto, também irá sair uma música nova, que eu gostaria que saísse entre o final de maio e inícios de junho. Posteriormente, teremos o terceiro álbum de estúdio, apontado para outubro e novembro com temas em inglês e português.

Como têm sido os primeiros dias em Liverpool?

Mimicat 💃❤️: Como estive nas pré-festas da Eurovisão já conheço a maior parte da malta em concurso. Aquilo foi muito fixe, porque colocou-nos em contacto uns com os outros de uma maneira muito interessante. Acho que fiz muitos amigos.




Mimicat na pre party em Madrid

Ainda ontem estava a passear pela rua, numa excursão por Liverpool e encontrei o Luke Black da Sérvia que estava a dar uma entrevista. Acabamos por falar um bocadinho. A excursão que fizemos foi com a equipa da delegação da Noruega, apesar da Alessandra não ter estado presente. Pelo menos aqueles que foram às festas já estão familiarizados uns com os outros. Este é um ambiente à vontade.

Como os ensaios são todos marcados com horários muito restritos, não existe aquela confusão comum a um dia de espectáculo. É tudo muito tranquilo. E temos estado a aproveitar os minutos que temos livres… Eu tenho conseguido fazer exercício. Hoje de manhã até pude dar uma corrida. Têm sido umas férias em trabalho.

MHD: Esta é talvez a primeira entrevista que dás depois do lançamento do videoclip de Ai Coração. Quero saber qual foi a tua inspiração?

Mimicat 💃❤️: O videoclip para começar deveria ter sido gravado na rua. O tempo tramou-nos e no dia que decidimos filmar o videoclip estava prevista chuva. Tivemos de arranjar outra solução e pensei num bar, com muito ar de cabaret. O Foxtrot [bar em Lisboa] está cheio de referências ao Charleston dos anos 20 e anos 30 e achei aquilo alinhado com aquilo que queria passar em termos de imagem.

“Ai Coração” é uma motivação que dá às pessoas o que elas precisam em termos de força e vitalidade para conseguirem ultrapassar as dificuldades que temos no dia a dia…

Videoclipe oficial de Ai Coração

Bastou arranjarmos os nossos figurantes, pessoas que apareçam através das redes sociais, e tudo resultou num ambiente de festa. O videoclip fala também da dualidade entre vida real e vida ideal, daquilo que é o sonho de se estar toda glamourosa, mas a vida real é completamente diferente disso. É esse o contraste de personagens que interpreto no vídeo.

MHD: Nesta onda de apoio a “Ai Coração”, que mensagens mais bonitas e mais marcantes recebeste nos últimos dias?

Mimicat 💃❤️: Não consigo ler muitas mensagens, porque são mesmo muitas e perco-me (risos). Já li algumas que me tocaram particularmente. Algumas pessoas disseram que estavam a passar por momentos difíceis e que “Ai Coração” os alegrava. Que os fazia levantar da cama e ter um dia melhor. Eu fiquei emocionada, porque quer dizer que a canção não é superficial, nem é só festa ou alegria. “Ai Coração” é uma motivação que dá às pessoas o que elas precisam em termos de força e vitalidade para conseguirem ultrapassar as dificuldades que temos no dia a dia. Quando a música consegue fazer isso a nossa função enquanto artista está cumprida. É o principal para mim perceber que as pessoas adotam a música para a vida delas como uma parte importante do seu dia a dia. Isso é incrível.

Esta entrevista foi cuidadosamente transcrita e editada a fim de proporcionar uma leitura mais clara. Durante o processo de transcrição, foram feitos ajustes e melhorias na redação, de modo a tornar as ideias e informações expressas por Mimicat mais acessíveis ao leitor. Com o intuito de preservar o conteúdo essencial e o tom da entrevista, as edições foram feitas respeitando a integridade das respostas e das perguntas, assegurando que o sentido original não fosse modificado. O resultado final é uma versão mais fluída e legível da entrevista, mantendo sua essência e destacando os pontos-chave abordados.

Não percas a atuação de Mimicat no próximo dia 9 de maio. A primeira semi-final do Festival Eurovisão da Canção será exibido em direto na RTP1 a partir das 20h. Poderás também acompanhar o evento nas redes sociais oficiais do concurso. 



Também do teu Interesse:


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *