Faleceu um dos grandes Mestres do Cinema e da Nouvelle Vague Francesa

Com 91 anos, faleceu ontem Alain Resnais.

Ao lado de nomes como Godard e Truffaut, entre muitos outros, Resnais foi um dos realizadores franceses mais marcantes e pioneiros do chamado novo cinema francês, a Nouvelle Vague dos anos 60, movimento com enormes repercussões na sétima arte mundial.

 

Foi casado com Florence Malraux, a filha única do escritor André Malraux. Dirigiu alguns dos melhores nomes do cinema francês, como Nicole Garcia, Pierre Arditi, André Dussollier, Micheline Presle, Jean-Pierre Bacri, Agnès Jaoui, Lambert Wilson, Darry Cowl e Isabelle Nanty, bem como Sabine Azéma com quem era casado desde 1998. Foi responsável pelo lançamento de algumas das atuais divas francesas como Emmanuelle Riva ou Delphine Seyrig.

Com uma eclética e extensa filmografia, onde encontramos obras primas como Mélo (1986), O Meu Tio da América (1980), Providence (1977), Muriel ou o tempo de um regresso (1963),  destacamos o inesquecível “Hiroshima, Meu Amor” (1959) e sobretudo o experimentalista “O Último Ano em Marienbad” (1961), ambos íconos eternos da história do cinema.

Lê Também:
TOP MHD | Os melhores filmes de 2022

 

 

Rui Ribeiro

Engenheiro, publisher, melómano e audiófilo, daqueles que ainda vão ao cinema, compram vinil, cd's, blu-rays, a Empire e a Stereophile em papel.

Rui Ribeiro has 1202 posts and counting. See all posts by Rui Ribeiro