Fallout 4 irá ter mods nas versões para consolas

A Bethesda prepara-se para trazer à Playstation 4 e Xbox One algo que até agora era exclusivo ao mundo dos jogos para PC.

Sabres de luz, o fato do Batman, uma armadura do Buzz Lightyear para o Paladino Danse, inimigos amestrados e, obviamente, nudismo integral. Estes são apenas alguns exemplos das centenas de mods disponíveis para o Fallout 4, os quais abarcam todo o tipo de possibilidades que permitem alterar o jogo de acordo com praticamente todo o tipo de preferências do utilizador. Desde alterações à jogabilidade, como hacking mais fácil ou um sistema de combate mais exigente, até às coisas mais ridículas que se possa imaginar, a versatilidade do motor de jogo do Fallout 4 e a dedicação dos seus fãs trouxeram ao mundo um novo mundo de opções. No entanto, e como é habitual com mods, estes apenas são possíveis de instalar na versão PC uma vez que requerem a alteração por parte do utilizador dos ficheiros do jogo. Mas esta situação é algo que poderá estar prestes a mudar.

Lê Também:
Cloud Gaming chega com mais de 150 jogos Xbox

Lê também: Top Remasters

Isto porque a Bethesda acabou de lançar a beta para o seu Construction Kit, o mesmo software usado pela companhia americana para fazer o jogo em si, que se encontra agora disponível para todos aqueles que quiserem tentar a sua sorte na criação de mods para o Fallout 4. Quanto àqueles que meramente querem usufruir destes mods, basta iniciar o jogo, selecionar a opção “Mods” no menu principal, conectar-se com uma conta da Besthesda.net e partir daí é possível procurar, instalar e até avaliar os mods sem nunca precisar de sair do jogo em si. E embora este sistema apenas se encontre disponível de momento na versão PC, a Bethesda já prometeu que estes mods chegarão à Xbox One em maio e à Playstation 4 em junho.

Francamente, estamos entusiasmados com esta nova possibilidade inédita no mundo das consolas, mas não conseguimos deixar de nos perguntar… será que também vamos ver o mod que transforma bebés em mini-bombas nucleares neste sistema? Só o tempo o dirá.

Lê Também:
eFootball PES 2021, em análise

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *