Up

Filmes a não perder na Cinemateca Portuguesa em março (Parte I)

Eis a nossa recomendação, dos grandes filmes que serão exibidos na Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema, no terceiro mês de 2019. 

1 de 14

Durante todo o mês de março, a Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema prepara um especial sobre as cinematografias de migração. Desta forma propõe explorar o cinema dos povos que saíram do seu país nativo e chegaram a outro, completamente desconhecido, na procura de melhores condições de vida.

Este ciclo chamado “Povos em Movimento – Migração, Exílio, Diáspora”, será estendido desde março até maio. Neste primeiro mês houve uma preocupação maior com o cinema clássico, enquanto o mês de abril será dedicado à produção contemporânea. Em maio o novo ciclo da Cinemateca Portuguesa termina numa dedicatória ao cinema português.

O que é o arquivo
Cinemateca Portuguesa

Segundo a Cinemateca Portuguesa,

Hoje em dia, os movimentos de migração assumem aspectos absolutamente dramáticos, com um fluxo maciço e ininterrupto de indivíduos que se deslocam nas condições mais precárias, empurrados pela miséria e o caos económico e, em alguns casos, pelas guerras. O fenómeno é mundial, não se limita à travessia do Saara e do Mediterrâneo por grupos de africanos, também ocorre na Ásia, nas Caraíbas e nas Américas. Países como Portugal, que durante séculos foram terras de emigração, foram bruscamente transformados em espaços de imigração.

O ciclo terá mais de 100 filmes distribuídos ao longo dos três meses, numa viagem por vários formatos: da ficção, ao documentários, aos ensaios, passando pelo cinema clássico ou o cinema independente, foram já muitos os cineastas que exploraram a questão das migrações no cinema.

Fica a conhecer os filmes destes grandes ciclos para o mês de janeiro e tudo o que de melhor a Cinemateca tem para oferecer em 2019.

1 de 14

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *