Only Lovers Are Left Alive © Sony Pictures Classics

Filmes a não perder na Cinemateca Portuguesa em julho (Parte II)

1 de 12

A Cinemateca Portuguesa apresenta em julho novos filmes na Esplanada e lembra os filmes que representam a noite. 

Antes de ir de férias em agosto, a Cinemateca Portuguesa apresenta durante os últimos dias de julho o melhor do cinema português, mas também estreias exclusivas e um especial sobre a Noite. Durante todo o mês de julho, a programação da Cinemateca está assente nas seguintes rubricas:

  • Cinema na Esplanada
  • A Noite
  • Jean-Clause Brisseau
  • Herman Melville no Cinema
  • Filmes Portugueses Legendados
  • Noites de Ouro 2019
  • Sessão Antecipação DocLisboa 2019

Entre as diferentes seções da programação da Cinemateca Portuguesa de destacar essencialmente o regresso de “Cinema na Esplanada”. A esplanada da Cinemateca Portuguesa é o local mais adorado pelos fãs de filmes independentes, clássicos, alternativos que normalmente são exibidos ao público nesse espaço.

“Only Lovers Are Left Alive”, obra de Jim Jarmusch com Tilda Swinton e Tom Hiddleston chega à Cinemateca Portuguesa, para celebrar o novo filme do cineasta independente sobre zombies: “Os Mortos Não Morrem”, estreado no passado dia 20 de junho nas salas de cinema comerciais.

[/tps_footer]

Filmes portugueses legendados exibidos Cinemateca

Morrer Como Um Homem
Morrer Como Um Homem © Rosa Filmes

De destacar ainda a exibição de filmes portugueses legendados pela Cinemateca Portuguesa ao longo de quinze dias do mês de julho.

A tradição começou em 2015 na instituição, e procura promover uma mostra eclética de filmes portugueses em cópias legendadas em línguas estrangeiras (inglês e francês). O objetivo é fazer chegar a cultura portuguesa a todos, sendo também Lisboa uma cidade cada vez mais dada aos estrangeiros. Segundo a Cinemateca,

Confrontando títulos e autores de épocas e registos diferentes, a regra é, acima de tudo, a da variação, assim como a do desafio a um conhecimento mais vasto por parte de outros públicos.

Estes novos públicos terão acesso a filmes como “Morrer Como um Homem”, de João Pedro Rodrigues, “A Caixa”, de Manoel de Oliveira, “Corte de Cabelo”, de Joaquim Sapinho e “O Processo do Rei”, de João Mário Grilo. Conhece a programação completa neste artigo.

Os filmes escolhidos para os ciclos da Cinemateca do mês de julho refletem uma programação cada vez mais distinta. Conhece o horário dos filmes da Cinemateca em julho, bem como a respetiva sala de exibição. 

1 de 12

Virgílio Jesus

Era uma vez em...Portugal um amante de filmes de Hollywood (e sobre Hollywood). Jornalista e editor de conteúdos digitais em diferentes meios nacionais e internacionais, é um dos especialistas na temporada de prémios da MHD, adepto de todas as formas e loucuras fílmicas, e que está sempre pronto para dois (ou muitos mais!) dedos de conversa com várias personalidades do mundo do entretenimento.

Virgílio Jesus has 1375 posts and counting. See all posts by Virgílio Jesus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.