Filmin Portugal lança canal de cinema português

Filmin Portugal, a plataforma Video on Demand de cinema independente e autor, a única deste género no país, lança a  15 de maio um canal dedicado ao cinema português.

Finalmente! 
Além da habitual programação que explora o cinema independente do todo o mundo, a Filmin vai agora contar com uma secção exclusivamente dedicada à produção nacional.

O novo e tão urgente canal português, PT, dedicado a tempo inteiro ao cinema do nosso país vai contar com títulos de autores tais e como Miguel Gomes, João Salaviza, João Botelho, Ivo Ferreira, João Nicolau, Manuel Mozos, Pedro Pinho, João Canijo, Rita Azevedo Gomes, Leonor Teles, Luísa Homem, entre outros. Será possível encontrar longas de ficção, documentários, curtas metragens e filmes de animação, contemporâneos e antigos.
 Tudo o que de melhor o nosso cinema tem para oferecer!

Grandes sucessos como Os Maias, Tabu ou Cartas da Guerra  assim como filmes que não se encontram tão facilmente como As Cidades e as Trocas, A Morte de Carlos Gardel, A Mãe e o Mar, A Vingança de uma Mulher, Balada de Um Batráquio, José e Pilar, entre outros.

Filmin

Vê ainda: Filmin Portugal: Cinema Independente com Dois Cliques!

Este canal será dinamizado regularmente com programações especiais, focus sobre autores, colaborações com outros eventos cinematográficos e culturais, no sentido de criar um espaço dinâmico de reflexão e descoberta.
 
O canal PT será uma espaço em continuo crescimento que quer acolher boa parte da produção nacional ajudando assim a resolver o grave problema de acessibilidade a estes conteúdos. São muitos os filmes portugueses que depois de uma presença nos festivais nacionais, uma breve exibição em sala ou uma passagem na televisão desaparecem completamente do mercado.

Filmin irá colmar esta lacuna, dando a todos os espectadores do pais a possibilidade de ter rápido e simples acesso a este catálogo.
 
Nas palavras da equipa da Filmin

Esta nova tecnologia e as possibilidades que uma plataforma deste tipo pode proporcionar na divulgação de conteúdos específicos, pode tornar-se num importante impulsionador à divulgação do cinema português em todo o território nacional. A simplicidade e a eficácia destes novos canais, que rapidamente estão a entrar nas casas dos portugueses, podem ser aproveitados seja pelo espectador seja pelos autores e produtores portugueses

Este canal é possível graças à colaboração das principais produtoras e distribuidoras nacionais e também ao interesse de muitos realizadores que se juntaram a Filmin porque vêm nesta nova ferramenta a possibilidade concreta de dar vida e público às próprias produções.

Entre os principais colaboradores estão O Som e a Fúria, Terratreme, Ukbar, Filmes do Tejo II, Fado Filmes, Agência da Curta Metrágem, C.R.I.M., Ar de Filmes, Bando à Parte, Jump Cut, entre outros.
 
O canal PT, que conta agora com quase uma centena de títulos, é um projeto que pretende continuar a crescer ao longo dos próximos meses, com mais filmes, alguns em exclusivo Filmin.

A Filmin é uma forma de desfrutar filmes, que pode ser utilizado no computador, tablet, smartphone e nas smartTVs android, sem subscrição obrigatória nem necessidade de associação a um operador de TV/telefone.
 
O acesso à plataforma Filmin pode ser efetuado através de uma subscrição mensal de 6,95€, sem fidelização obrigatória ou através do aluguer de filmes à unidade, durante 72 horas, com valores entre 1,95€ e 3,95€.

O pagamento é efectuado no site da Filmin através de cartão de crédito ou PayPal.
 
Neste momento, Filmin conta com cerca de 500 filmes – todos na língua original e legendados em Português – divididos por géneros, coleções, destaques e canais.
 
Filmin aborda temas que interessam a um público atento e transversal e que, ao mesmo tempo, está coordenado e em permanente contacto com grandes eventos nacionais e internacionais, trazendo para Portugal novidades e conteúdos recentes.
O catálogo tem um leque muito amplo de escolha, que reúne e contextualiza filmes para um público mais abrangente com propostas de cinema independente, grandes clássicos, produção nacional, concertos, curtas-metragens, cinema infantil e, em breve, séries televisivas.

Consulta também: Guia das Estreias de Cinema | Maio 2017

Virgílio Jesus

Era uma vez em...Portugal um amante de filmes de Hollywood (e sobre Hollywood). Jornalista e editor de conteúdos digitais em diferentes meios nacionais e internacionais, é um dos especialistas na temporada de prémios da MHD, adepto de todas as formas e loucuras fílmicas, e que está sempre pronto para dois (ou muitos mais!) dedos de conversa com várias personalidades do mundo do entretenimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *