The Hobbit 3 | Batalha final com 45 Minutos

Quem é que não se lembra das lendárias batalhas da trilogia d’O Senhor dos Anéis? Da batalha de Elm’s Deep que durou uma noite inteira? Ou da batalha de Mordor em que todas as personagens da trilogia desempenharam um papel importante? Pois bem, Peter Jackson quer voltar a dar aos fãs uma experiência épica como só ele sabe criar. O que segundo ele, é um processo que demora e que está cheio de pormenores que devem ser tratados com o maior cuidado.

“Há uma grande quantidade de logística que tem de ser bem pensada. Nós anões e homens e elfos e orcs, tudo com culturas diferentes, com armas diferentes, e com escudos, padrões e tácticas diferentes. (…) Antes de lançarmos a primeira seta, temos de desenhar o panorama e decidir, ‘Ok, se nós tivermos 10.000 orcs, quanto espaço é que eles vão ocupar? Vão ocupar o vale inteiro ou vão parecer um ponto?’ Só depois é que podemos começar a desenhar as setas.”

Para terem uma ideia da preparação por detrás destas cenas, em baixo temos um rascunho do Peter Jackson, no qual ele esquematiza a maneira como a batalha vai funcionar.

 

HOBBIT 3 | BATALHA FINAL

 

As experiências que Jackson já teve na trilogia d’O Senhor dos Anéis e nos dois filmes anteriores d’O Hobbit, levaram-no a criar uma série de regras para o funcionamento das cenas de guerra. “Nós temos a regra de não podermos usar mais de dois ou três shots de personagens anónimas a lutarem, sem voltarmos para as nossas personagens principais. Senão o público acaba por ficar fatigado.”

“O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos” vai estrear dia 18 de Dezembro em 2D, 3D, HFR 3D e IMAX.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *