© Disney

Jungle Cruise | Curiosidades do novo filme da Disney

[tps_header]

Repleto de aventura e emoção, “Jungle Cruise” é o novo filme da Disney e inspira-se numa atracção da Disneyland! Descobre mais sobre o filme connosco.

Com estreia marcada nos cinemas para 29 de julho, e na plataforma da Disney+ via Acesso Premium a partir de 30 de julho, “Jungle Cruise” é a nova aventura do universo Disney. Com Dwayne Johnson e Emily Blunt como protagonistas, a história inspira-se verdadeiramente numa atracção dos parques temáticos mas esconde em si várias curiosidades – desde o magnífico trabalho de figurinos e maquilhagem até aos cenários de cortar a respiração.

SUBSCREVE JÁ A DISNEY+

Preparados para conhecer um pouco mais sobre “Jungle Cruise”? Não te esqueças também de ir conhecendo as personagens!

[/tps_header]

A INSPIRAÇÃO

Jungle Cruise
© Disney

Uma das primeiras atracções da Adventureland, Jungle Cruise já estava na Disneyland em 1955. Ainda popular até aos dias de hoje, a atracção leva-nos num passeio de barco pelo rio. Actualmente está a funcionar nos parques de Anaheim, Califórnia, no Magic Kingdom do Walt Disney World na Flórida, e ainda em Tokyo Disneyland e Hong Kong Disneyland.



OS CENÁRIOS

Jungle Cruise
Dwayne Johnson e Emily Blunt | © Disney

Os cenários de “Jungle Cruise” não foram tarefa fácil e um dos mais trabalhosos foi o magnífico cenário ribeirinho de Porto Velho, construído no interior e à volta de um lago no topo de uma colina. Foi na ilha havaiana de Kauai, e envolveu uma equipa de mais
de cem tripulantes, desde construtores, pintores e escultores, passando por paisagismo e segurança marítima.



UM FILME POLIGLOTA

Disney Jungle Cruise
© Disney

O novo filme de aventura da Disney está repleto de línguas. Para além do inglês, conseguimos ouvir o Espanhol antigo do século XVI e o Omagua, que é uma língua da família de línguas Tupi-Guarani do sudoeste do Brasil. Também ouvimos Italiano e Português.



LENTES COM FILTRO

Jungle Cruise - A Maldição nos Confins da Selva
© Disney

Criadas especialmente pela Panavision para o realizador e o director de fotografia, as novas lentes foram usadas pela primeira vez no mundo neste filme. As lentes especiais da Panavision são detentoras de um tom sépia amarelado, o que confere a sensação magnífica e ensolarada que a Amazónia tinha no início da década de 1900.



O TRABALHO DE MAQUILHAGEM

Jungle Cruise
Jungle Cruise apostou na maquilhagem e figurinos | © Disney

Se por um lado o mais recente filme da Disney, “Cruella“, apostou muito em figurinos, aqui, em “Jungle Cruise”, houve uma aposta na maquilhagem. Joel Harlow, designer de maquilhagem vencedor do Óscar, teve de se focar a dado momento em cerca de 400 personagens secundárias – as necessidades foram desde queimaduras de sol a picadas de insetos, e 65 tribos que precisavam de piercings falsos, pintura corporal e tatuagens;



PROXIMA, O JAGUAR

Jungle Cruise
© Disney

Uma besta feroz, Proxima é o jaguar de estimação do capitão Frank Wolff (Dwayne Johnson). Apesar das suas características realistas, sons e movimentos, é uma personagem inteiramente feita através de imagens geradas por computador.



LA QUILA

Jungle Cruise
© Disney

La Quila é o barco do capitão Frank Wolff, e é na verdade uma embarcação totalmente funcional e em condições de navegar. Descrito como “um barco a vapor frágil, mas com atitude” por Dwayne Johnson, o barco foi equipado com diversos apetrechos por Jean-Vincent Puzos, designer de produção e James (J.D.) Schwalm, supervisor de efeitos especiais e vencedor de um Óscar.



O DUPLO DE LA QUILA

Jungle Cruise
Emily Blunt e Dwayne Johnson | © Disney

O barco foi um dos protagonistas do filme mas a verdade é que também teve o seu duplo! A segunda versão do La Quila tinha 136 kg e servia para acrobacias; o barco era fixado a uma plataforma giratória subaquática para tarefas específicas como rodopiar, balançar para frente e para trás e inclinar-se de lado.



TESTE À PROVA DE ÁGUA

Jungle Cruise
Jack Whitehall, Dwayne Johnson e Emily Blunt © Disney

Um tanque de água oval exterior de aproximadamente 1893 litros foi construído nas traseiras dos Blackhall Studios, em Atlanta, com um sistema hidráulico subaquático que colocou La Quila à prova, bombardeando-o com cerca de 273 litros de água por minuto.
A plataforma giratória, com o La Quila anexado, balançou e girou, e inclinou Dwayne Johnson, Emily Blunt e Jack Whitehall em todas as direções!




UM BARCO ECOLÓGICO

Jungle Cruise - A Maldição nos Confins da Selva
© Disney

Apesar das suas 15 toneladas, e do plano original de um motor a gasolina de 250 cavalos, a verdade é que a equipa não usou qualquer combustível para abastecer o La Quila. De modo a serem mais ecológicos, os cineastas optaram por motores elétricos; uma vez que os maiores têm apenas 80 cavalos de potência foram utilizados dois motores, atingindo uma velocidade de sete nós.




FIGURINOS

Jungle Cruise
© Disney

Os figurinos de “Jungle Cruise” abrangem uma ampla variedade de períodos da história – desde os conquistadores espanhóis da década de 50 até aos cidadãos do início de 1900 e povos indígenas da selva.



INSPIRAÇÃO RENASCENTISTA

Disney Jungle Cruise
© Disney

Para as personagens de conquistador, o figurinista nomeado ao Óscar, Paco Delgado, examinou exemplos de armaduras renascentistas espanholas que pertenceram à realeza ou a pessoas na corte. Não era uma armadura para ir para a guerra, mas sim uma armadura para desfiles ou espetáculos. Só que a beleza da armadura levou os cineastas a quererem combinar esses designs para o filme. Paco Delgado encontrou uma oficina em Budapeste que era capaz de replicar as armaduras de forma tradicional, esculpindo todos os detalhes à mão e usando folha de ouro.

[tps_footer]

Estás curioso com Jungle Cruise? Já tiveste oportunidade de visitar a atracção da Disneyland?

Lê Também:   Jungle Cruise | As personagens do novo filme Disney

[/tps_footer]



Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *