Luísa Cruz e José Pinto: Melhores Actores dos Prémios GDA

Foram conhecidos ontem ao final do dia os vencedores do IX Prémio Atores de Cinema da Fundação GDA – Luísa Cruz e José Pinto – numa cerimónia que teve lugar no Teatro da Trindade, em que os próprios colegas premeiam os melhores intérpretes nacionais.

Fundação GDA

O júri constituído pelos colegas actores António Capelo, Miguel Guilherme e Rita Blanco distingui Luísa Cruz com o Prémio de Melhor Atriz Principal pelo seu desempenho como protagonista no segmento As Lágrimas da Juíza, integrado no segundo volume de As Mil e Uma Noites, de Miguel Gomes, e José Pinto, como Melhor Ator Secundário, pela sua interpretação em Capitão Falcão, de João Leitão.

Luisa Cruz em As Mil e Uma Noites

Segundo António Capelo, em representação do júri, “os actores deveriam receber prémios, todos os dias; os actores são premiados pelos públicos, sempre que estes participam e partilham com eles as suas criações. A Luísa Cruz é, sempre foi, uma actriz intensa, sempre nos brindou com a sua qualidade e o seu olhar sobre as personagens que interpreta acrescenta inquietação ao que nos diz e mostra, acrescenta-nos ensinamento.

José Pinto em 'Capitão Falcão'

O José Pinto é, sempre foi para mim, uma referência de atitude ética, e de profundo amor à nossa arte; vê-lo, com esta idade, a continuar a oferecer-nos o seu ansioso olhar é um bem para todos nós..

Além do troféu, os vencedores recebem €3.000 e €2.000, valores correspondentes ao Prémio de Melhor Atriz Principal e Prémio de Melhor Ator Secundário.

Natural de Lisboa, Luísa Cruz, licenciou-se no curso de Formação de Atores da Escola Superior de Teatro e Cinema do Conservatório Nacional de Lisboa. A trabalhar como atriz profissional desde 1985, tem estado ligada tanto a teatro como a cinema e televisão. Em teatro, participou em produções do Teatro da Cornucópia durante dez anos, onde trabalhou com Luís Miguel Cintra, Rui Mendes ou José Wallenstein. Colaborou assiduamente com o Teatro Nacional São João, em várias produções do Teatro Nacional D. Maria II, do Teatro Nacional São Carlos e da Escola Superior de Música de Lisboa.

Vê trailer de As Mil e Uma Noites, Vol. 2

No cinema, já participou em filmes realizados por Fernando Matos Silva, Teresa Villaverde, João Botelho, Jorge Cramez ou Miguel Gomes e, em televisão, tem integrado o elenco de diversas séries e telenovelas, para além de participar em dobragens para séries infantis. Em 2005, juntamente com o pianista Jeff Cohen, lança o CD de fados Quando Lisboa Anoitece.

Luisa Cruz em 'As Mil e Uma Noites'

Ao longo da sua carreira, tem ganho vários prémios, entre os quais, Prémio de Melhor Jovem Atriz, atribuído pela revista O Actor, Prémio Atriz Revelação, pelo semanário Se7e, dois Globos de Ouro de Melhor Atriz de Teatro, entre outros.

Vê trailer de Capitão Falcão

José Pinto nasceu em 1929 e foi fazendo várias aparições em teatro amador e na televisão, em papéis secundários.

José Pinto em ´Capitão Falcão'

Após uma longa carreira numa companhia de telecomunicações, reformou-se e passou a dedicar-se a tempo inteiro à representação, estreando-se em filmes de Manoel de Oliveira, João Botelho e Fernando Lopes. O seu papel mais recente foi no filme Capitão Falcão, como António de Oliveira Salazar, que lhe valeu agora este prémio.

JVM

José Vieira Mendes

Jornalista, crítico de cinema e programador. Licenciado em Comunicação Social, e pós-graduado em Produção de Televisão, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É actualmente Editor da Magazine.HD (www.magazine-hd.com). Foi Director da ‘Premiere’ (1999 a 2010). Colaborou no blog ‘Imagens de Fundo’, do Final Cut/Visão JL , no Jornal de Letras e na Visão. Foi apresentador das ‘Noites de Cinema’, na RTP Memória e comentador no Bom Dia Portugal, da RTP1.  Realizou os documentários: ‘Gerações Curtas!?’ (2012);  ‘Ó Pai O Que É a Crise?’ (2012); ‘as memórias não se apagam’  (2014) e 'Mar Urbano Lisboa (2019). Foi programador do ciclo ‘Pontes para Istambul’ (2010),‘Turkey: The Missing Star Lisbon’ (2012), Mostras de Cinema da América Latina (2010 e 2011), 'Vamos fazer Rir a Europa', (2014), Mostra de Cinema Dominicano, (2014) e Cine Atlântico, Terceira, Açores desde 2016, até actualidade. Foi Director de Programação do Cine’Eco—Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela de 2012 a 2019. É membro da FIPRESCI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *