Mallu Magalhães (© Margarida Ribeiro)

Mallu Magalhães no coliseu em imagens

Mallu Magalhães escolheu os coliseus portugueses como locais de despedida de “Vem”.

Ontem, Mallu deu o penúltimo concerto da digressão promocional do álbum “Vem”. Apesar de ter sido publicitada como uma noite a solo, a performance resultou numa sincronia entre banda e voz pouco comuns no mundo dos solistas mas às quais a cantautora já nos tem vindo a habituar. Ainda que alguns temas tenham sido materializados apenas com “voz e violão”, o conjunto melódico trazido através da introdução de uma maior variedade de instrumentos de percussão e metais trouxeram ao público do coliseu uma densidade e profundidade sonora que elevam os temas acima das gravações de estúdio.

25 músicas compuseram o espectáculo. Algumas da autoria de Mallu; outras pedidas emprestadas a Marcelo Camelo (na percussão), à Banda do Mar (estando Fred Pinto Ferreira também presente e a cargo da bateria), ou mesmo a Luís Bonfá, Tom Jobim e Vinicius de Moraes. Para além disso, o coliseu teve também direito a ser presenteado com uma música nova, ainda com letra por fechar nas palavras de Mallu.

“Tá bonito não está? Estão quietinhos vocês. É chique o Coliseu!”

Apesar de se encontrar sentado, logo pouco dançante, o público mostrava o seu apreço através de palmas em vez da efusiva reacção a que a autora está já acostumada. Estar submerso na bossa nova, samba e na sonoridade própria da paulista ao mesmo tempo que se está restringido a um assento não é tarefa fácil.

Para a semana, dia 27, há mais, mas desta vez no Porto

Lê Também:
Cloud Nothings, Last Building Burning | em análise

Aqui te deixamos a fotogaleria do concerto no Coliseu dos Recreios, em Lisboa

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.