Arcade Fire

O prémio de Melhor Álbum do Ano foi para os Arcade Fire

Os Arcade Fire venceram os prémios da indústria musical canadiana. Grimes e Alvvays também foram premiadas.

Arcade Fire, Alvvays, Shawn Mendes, Diana Krall e Michael Bublé foram alguns dos vencedores dos Juno Awards, cerimónia que premiou artistas canadianos.

A banda, que vai actuar duas vezes em Portugal este ano, recebeu os troféus de Álbum do Ano e de Proeza Internacional. A organização justificou esta vitória com o “sucesso exemplar a nível global”.

Os Arcade Fire foram a primeira banda a receber este prémio. Drake, Celine Dion e Shania Twain foram alguns dos artistas, a solo, que também receberam o mesmo.

Lê Também:
Novos Melhores Álbuns de 2017

“É muito difícil manter uma banda junta”, disse Win Butler, no discurso de agradecimento do prémio. “Andamos nisto há 15 anos e quero agradecer a todos os que têm estado do nosso lado”.

Na mesma cerimónia, as Alvvays venceram na categoria de Álbum Alternativo, por “Antisocialites”, ao passo que o prémio de Grupo do Ano foi para os A Tribe Called Red e o de Single do Ano para Shawn Mendes, por “There’s Nothing Holdin’ Me Back”. Grimes assinou o Melhor Vídeo do Ano, para a canção “Venus Fly”.

Entre os restantes vencedores, destaque para os Anciients, que triunfaram na categoria de Álbum Metal, os Do Make Say Think, autores do melhor Álbum Instrumental, e Kendrick Lamar, que não compareceu para receber o galardão de Melhor Álbum Internacional.

VÍDEO | VÊ A ACTUAÇÃO DOS ARCADE FIRE

Os Arcade Fire actuam no Campo Pequeno, em Lisboa, a 23 de abril, e em Paredes de Coura a 18 de agosto.

Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *