Os melhores e piores posters da semana (04/12-10/12)

O retrato de um carpinteiro, o rasgão escarlate de uma gota de sangue e a figura ameaçadora de um guerreiro destacam-se nos melhores posters da semana.

Existem muitos modos de criar um poster memorável e/ou impactante, sendo que uma das técnicas mais habituais é o uso do valor intrínseco que o ser humano dá à cara enquanto elemento visual e máquina de empatia. Muitas vezes, basta vermos a foto de um ator com uma certa expressão facial para ficarmos presos e curiosos, fascinados com as possibilidades do filme ou comovidos com o poder singular da foto. No passado desta rubrica, muitos cartazes têm acabado na nossa seleção dos piores da semana devido ao abuso indiscriminado desta “técnica”, mas hoje propomo-nos a celebrar essa mesma simplicidade.


 

OS MELHORES POSTERS DA SEMANA

Para começar, temos um dos filmes mais emocionalmente violentos do ano, um verdadeiro hino ao direito que todos temos à dignidade humana.

 

melhores posters eu daniel blake

Neste cartaz de Eu, Daniel Blake, dá-se lugar de destaque uma pintura da face do ator principal, num registo que, como muitos críticos têm vindo a apontar nas redes sociais, não é particularmente sofisticado ou atraente. Apesar disso, essa mesma falta de sofisticação estética e valor quase artesanal da pintura remete para os valores defendidos pela própria personagem e, mesmo que não seja um bom retrato enquanto pintura, constitui um fenomenal poster.

Lê Também: Eu, Daniel Blake, em análise

 

melhores posters raw

melhores posters raw

Em seguimento, temos dois cartazes para Raw, um filme independente que tem vindo a maravilhar os poucos críticos que o viram no circuito dos festivais. Aqui voltamos a ter o poder da simplicidade da face humana, de um olhar singelo e o elemento desconcertante de um fio de sangue a escorrer pelo nariz da atriz fotografada. O uso das cores violentas na segunda versão ainda salienta mais esta relação de contrastes entre mundano e peculiar, resultando num par de cartazes simples e poderosos.

 

war of the planet of the apes melhores posters

Finalmente, temos um teaser poster onde a face em questão não é humana, mas sim de um símio super inteligente. Já os filmes anteriores da saga Planeta dos Macacos têm vindo a usar a subversão de iconografia bélica para sublinharem o modo como a agressão anti-humana dos titulares macacos é um desenvolvimento assustadoramente próximo da nossa própria história. Aqui, esse jogo iconográfico volta a marcar presença com uma imagem que, com algumas mudanças, poderia pertencer a um western com John Wayne de espingarda às costas, mas que aqui é um enervante ícone de ódio inter-espécies e agoiro de iminente violência, sugerida, tanto pelo olhar da personagem como pela violência da palavra “GUERRA”.

 


 

OS PIORES POSTERS DA SEMANA

Se os melhores posters da semana encontraram excelência na simplicidade, então os piores apenas aí encontram incompetência medíocre.

 

festa de natal da empresa poster

Para começar temos mais um poster de Festa de Natal da Empresa, um filme cujas catástrofes de mau Photoshop o colocam como um bom candidato ao título de filme com piores posters do ano, mesmo que Inferno se afirme como um adversário de peso.

 

same kind of different as me poster

Depois, temos o novo poster para Same Kind of Different as Me, um filme que, não estando satisfeito com um título atroz, também tem um dos mais insípidos e hediondos posters dos últimos tempos, com cabeças flutuantes, mau Photoshop, composição banal e uma foto em que Renée Zellwegger está praticamente irreconhecível.

 

the last face poster

Depois da má reputação que The Last Face já adquiriu em Cannes (as críticas apocalipticamente negativas serão a principal razão para a demora do filme a chegar a um circuito comercial), este novo filme realizado por Sean Penn poderia ter apostado numa campanha de marketing chamativa e memorável. Mas, ao invés disso, temos aqui um poster tão genérico e esquecível que poderia ser uma paródia intencional.

Lê Ainda: 69º Festival de Cannes (Dia 10) | Os Apupados

 


Será que o poder do retrato vai continuar a marcar presença para a semana, ou teremos um novo tema na nossa seleção dos melhores posters da semana? Vem descobrir!


 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *