Os melhores e piores posters da semana (07/08-13/08)

Cientistas do sexo, um palhaço assassino e um rapaz iluminado pelo luar marcam presença na nossa seleção dos melhores posters da semana.

Com a aproximação da Awards Season e os grandes festivais internacionais do fim do ano, como Toronto e Veneza, a começarem a divulgar as suas programações, esperem que os melhores posters da semana vão sendo progressivamente dominados pelo cinema de prestígio que estreia em massa nestes últimos meses do ano na esperança de conseguir a atenção dos Óscares. Esta semana, apenas temos um exemplo desse respeitoso cinema de prestígio e sedento de ouro e boas críticas.

Lê Também: Esquadrão Suicida | Os 10 melhores posters alternativos

 


 

OS MELHORES POSTERS DA SEMANA

Antes de nos debruçarmos sobre os maiores desastres da semana, falemos do que é positivo e vamos então examinar os melhores posters em toda a sua glória visual.

 

Masters of Sex melhores posters

Começamos com uma rara presença televisiva nesta rubrica. Masters of Sex tem-se vindo a afirmar como uma das melhores séries de época dos últimos anos mas raramente chama atenção para os seus visuais do mesmo modo que outros programas fazem. Devido a isso é delicioso e surpreendente que este cartaz para a sua nova temporada enfatize tanto os aspetos mais retro do seu design. O resultado final é um maravilhoso quarteto de padrões antiquados em cores fortes e uma boa maneira de apresentar as personagens na arte promocional de modo simples e direto sem ser enfadonho.

Vê Também: Top 2015 | Os melhores guarda-roupas da TV

 

melhores posters

Mais retro ainda que os padrões coloridos acima é todo o desing do novo poster de 31, o mais recente projeto de Rob Zombie. Como sabemos, este é um cineasta que nutre uma enlouquecida paixão pelos filmes de série B dos anos 70 e 80, pelo que este tipo de estética não é muito surpreendente. No entanto, compensa a falta de surpresa com uma excelente execução e um uso primoroso das frases promocionais dentro do cartaz – cada uma é mais ridícula que a outra.

 

melhores posters moonlight

Depois de dois designs divertidos, passamos a uma imagem mais elegante e séria. Moonlight é a primeira produção da A24 que até agora se tem vindo a provar como uma das melhores distribuidoras para filmes com valor artístico no mercado americano. O trailer do projeto já veio provocar palpitações de antecipação nos corações de inúmeros cinéfilos mas este cartaz não se faz por menos. Um retrato tripartido que salienta a condição do filme como o retrato na vida de um indivíduo, e um esquema cromática belíssimo que recorda o título da peça de onde este drama é adaptado, “In Moonligh Black Boys Look Blue” – neste poster o sentido literal é visualizado com a cor e o metafórico é contido no olhar dos atores cujo retrato é aqui celebrado.

 


 

OS PIORES POSTERS DA SEMANA

Esta semana há um tema comum a todas as nossas escolhas para os piores posters da semana: O apogeu do mau Photoshop!

 

Milton's Secret melhores posters piores

Primeiramente, temos o cartaz de Milton’s Secret onde parece que alguém cortou a cabeça de Donald Sutherland, a embalsamou e implantou noutro corpo.

 

inferno

Em seguida podemos admirar como um ângulo tão contrapicado que distorce todas as linhas arquitetónicas de uma igreja parece conseguir ver o casal principal de Inferno como se estivesse perfeitamente de frente para os seus corpos. Dan Brown devia investigar este estranho fenómeno, pode ser que aqui encontre mais uma conspiração.

Vê Ainda: Sully | Trailer do novo filme de Clint Eastwood

 

i.t

Finalmente temos algo demasiado estranho para ser bem descrito pela palavra humana. Só nos resta chorar os níveis a que Pierce Brosnan caiu e lamentar a morte de um inocente designer que deverá ter sido prontamente exterminado depois do antigo James Bond ter vislumbrado o cartaz de I.T.

 


Será que a televisão vai voltar a marcar presença entre os nossos melhores posters? E será que voltaremos a ter tamanhas glórias de desastroso Photoshop? Esperemos que sim.


 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *