Meryl Streep nomeada presidente do júri do Festival de Berlim

 

Depois de homenageada com o prémio de carreira em 2012, Meryl Streep foi nomeada presidente do júri da próxima edição do Festival Berlim. Será a primeira vez que uma atriz vencedora de vários prémios da Academia desempenha este cargo no festival.

Meryl Streep, recordista de nomeações para os Óscares, sucede a, por exemplo, Frances McDormand (2004) e Tilda Swinton (2009) como presidente do júri da próxima edição do Festival de Berlim. No comunicado de imprensa, o diretor da festa do cinema, Dieter Kosslickm, justifica a escolha da atriz, descrevendo-a como uma artista “criativa e multifacetada”, cujo “extraordinário talento” foi celebrado pelo festival.

A atriz norte-americana, que estreou o seu último filme “Suffragette” em Londres, explica que está muito feliz por voltar a Berlim, principalmente para presidir o júri. “É uma grande emoção regressar ao festival nestas circunstâncias, mas é com grande prazer e antecipação que encaro este cargo. A responsabilidade é um pouco assustadora, porque nunca presidi nada antes, mas eu espero fazer jus ao precedente estabelecido pelos júris de anos anteriores. Estou grata pela honra”, disse Meryl Streep.

Lê também: Suffragette. A História do voto feminino em cinema

Já não é a primeira vez que o Festival de Berlim homenageia Meryl Streep. A vencedora de três Óscares já foi premiada, em 1999, com o prémio Camera Berlinale, em 2003, juntamente com Julianne Moore e Nicole Kidman, partilhou o Urso de Prata pela sua performance em “As Horas”, e, em 2012, foi homenageada com o Urso de Ouro Honorário pela sua carreira.

A 66º edição do Festival de Berlim decorre entre 11 e 21 de fevereiro de 2016.

 

Lê Também:   O Diabo Veste Prada | Sequela a caminho?


Também do teu Interesse:


About The Author


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *