©Activision

Microsoft propõe aquisição da Activision Blizzard

A Microsoft revelou que pretende adquirir a Activision Blizzard, num negócio que inclui “Call of Duty”, “Warcraft” e outra propriedade intelectual da empresa.

Envolta em grande controvérsia devido a múltiplas acusações de assédios e toxicidade no local de trabalho, a Activision Blizzard prepara-se para dar as boas-vindas a um novo líder corporativo. A empresa fundada por Bill Gates e Paul Allen, revelou esta terça-feira (dia 18 de Janeiro), que a sua divisão de jogos, liderada por Phil Spencer (CEO da Microsoft Gaming), propôs a aquisição da publisher de videojogos americana pelo preço estimado de 68 mil milhões de dólares.

Lê Também:
Os Melhores Jogos de 2021 | TOP MHD

Apesar do processo por toxicidade e assédios, Bobby Kotick vai continuar como CEO da empresa, mantendo o foco actual de criar uma maior estabilidade e a criação de uma melhor cultura de trabalho.

O negócio precisa ainda de passar por aprovação regulatória, o que não será uma tarefa fácil conseguir, devido à sua dimensão e impacto para a indústria, mas caso o consiga, o negócio será finalizado durante o ano fiscal de 2023.

A Activision é uma das publishers mais prolificas da indústria dos videojogos, tendo sobre a sua alçada franchises como: “Warcraft”, “Diablo”, “Overwatch”, “Call of Duty” e “Candy Crush”.

O que pensas da decisão?

João Fernandes

Licenciado em Cinema, venerador de banda desenhada, fotografia e videojogos!

João Fernandes has 1918 posts and counting. See all posts by João Fernandes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.