Xbox Series X © Xbox

Phil Spencer reavalia relações da Xbox com a Activision Blizzard

O diretor da Xbox, Phil Spencer, parece estar a reconsiderar as relações entre a Xbox e a Activision Blizzard, depois das mais recentes acusações.

Phil Spencer, diretor da Xbox, respondeu ao relatório lançado esta semana referente à Activision Blizzard e ao CEO, Bobby Kotick. Um novo relatório da Bloomberg diz que Spencer está a “avaliar todos os aspetos” da sua relação com a Activision Blizzard e a “fazer ajustes proativos contínuos”.

Lê Também:
Os Melhores Jogos de Terror para este Halloween

Spencer e a sua equipa de liderança de jogo estão “profundamente perturbados pelos horríveis eventos e ações” na famosa editora de videojogos, Activision Blizzard. Este tipo de afirmações assemelham-se bastante a uma outra declaração obtida pela Bloomberg, desta vez proveniente do chefe da PlayStation, Jim Ryan, embora agora pareça que Spencer também está a discutir possíveis ações que a Xbox poderá vir a tomar na sua relação com a Activision Blizzard.

“Este tipo de comportamento não tem lugar na nossa indústria”.

Um porta-voz da Activision Blizzard deu uma resposta à Bloomberg, dizendo que “Respeitamos todo o feedback dos nossos valiosos parceiros e estamos a envolver-nos mais com eles. Temos implementado mudanças importantes e profundas nas últimas semanas, e vamos continuar a fazê-lo. Estamos empenhados no objetivo de garantir que a nossa cultura e local de trabalho são seguros, diversificados e inclusivos. Sabemos que vai levar tempo, mas não vamos parar até termos o melhor local de trabalho para a nossa equipa”.

A IGN contactou o diretor da Xbox para verificar a veracidade do relatório, e recebeu ainda um comentário adicional do cabeça da Xbox:

“Pessoalmente, tenho valores fortes para um ambiente acolhedor e inclusivo para todos os nossos funcionários na Xbox. Isto não é um destino, mas uma viagem em que estaremos sempre. A liderança da Xbox e da Microsoft apoia as nossas equipas na construção de um ambiente mais seguro para todos”.

Spencer referiu-se, alegadamente, ao relatório do Wall Street Journal arquivado no início desta semana, alegando que o CEO da Activision Blizzard, Bobby Kotick, teve conhecimento de má conduta sexual na empresa durante anos. Enquanto o Conselho de Administração emitiu uma declaração onde referem que continuam confiantes na liderança de Kotick, outros pediram a retirada de Kotick como CEO, incluindo um grupo de acionistas e um conjunto de funcionários da Activision Blizzard.

Ontem, centenas de funcionários da Activision Blizzard assinaram uma petição pública, pedindo que se materialize essa mesma decisão de retirada. Os trabalhadores da Activision Blizzard também encenaram uma saída no início desta semana, fazendo referência ao próprio relatório. E tudo isto chega depois de uma ação judicial movida pelo Departamento de Emprego e Habitação Justo da Califórnia, alegando assédio, discriminação e uma cultura de trabalho tóxica na empresa.

O que pensas da situação? Deixa nos comentários.

André Silva

Host do podcast "Duplo Sentido". Provavelmente o jogador mais azarado do mundo, o fanático por tecnologias e videojogos conseguiu vingar no pequeno grande mundo dos eSports (mesmo que por pouco tempo).

André Silva has 186 posts and counting. See all posts by André Silva

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.