© Mojang Studios

Minecraft chega às salas de aula em Faro

O “Minecraft” não só é o jogo mais vendido de sempre, como tem um papel activo na educação. MI.MOMO.FARO propõe trazer o jogo às aulas em Portugal.

No âmbito da Candidatura de Faro à Capital Europeia da Cultura 2027, nasce o projecto de educação patrimonial MI.MOMO.FARO, que pretende reproduzir edifícios emblemáticos da arquitectura modernista da cidade de Faro no jogo “Minecraft: Education Edition” da Mojang Studios.

Alunos de escolas do 3º ciclo do concelho poderão utilizar este título para aprender nas salas de aula, provando mais uma vez que os videojogos também servem para o foro educacional.

Lê Também:
Jogos a não perder em Março de 2021

Com o apoio da Microsoft Portugal e do Plano Nacional das Artes, a iniciativa envolverá mais de 150 alunos com idades entre os 13 e 15 anos, 7 escolas de Faro, e mais de 20 docentes, incluindo profissionais ligados à arquitectura e património local.

Para realizar esta ideia, os professores envolvidos no MI.MOMO.FARO passaram por uma formação específica de modo a que possam explorar formas de abordagem pedagógica no ambiente de sala de aula, contando ainda com o apoio de técnicos de arquitectura, urbanismo e património do Município de Faro.

De acordo com Bruno Inácio, Chefe de Divisão de Cultura do Município de Faro, o projecto MI.MOMO.FARO visa “potenciar a educação patrimonial através do uso das novas tecnologias” e “contribuir para a valorização do património cultural do concelho”.

Sara Brighenti, Subcomissária do Plano Nacional das Artes, acrescenta ainda que “O projeto (…) através de dinâmicas pedagógicas e lúdicas, mostra aos alunos o valor do bem patrimonial, transformando-o depois em matéria-prima para a criatividade e a inovação.”

Minecraft Education Edition Classroom
© Mojang Studios

A Minecraft: Education Edition“, lançada em 2016, permite aos professores incentivar os alunos a explorar o jogo para adquirir conhecimentos como o património, cultura, identidade regional e história da sua comunidade, tornando-se agentes de construção e transposição num ambiente virtual interativo.

“Num momento de grande transformação do ensino e da aprendizagem, projetos desta natureza evidenciam a importância da utilização de soluções que aliam o lúdico ao ensino, potenciando uma aprendizagem ativa e colocando em prática o ensino híbrido. Ações como esta demonstram a importância de trazer ferramentas como o Minecraft para estimular novas formas de aprender e ensinar”. – Sara Brighenti

O projeto MI.MOMO.FARO pretende ainda promover a discussão pública sobre grandes temáticas da Candidatura de Faro a Capital Europeia da Cultura 2027: a cidade na era digital, a valorização do património cultural enquanto legado para as gerações futuras e a cooperação institucional na regeneração urbana.

Estão previstas diversas ações de comunicação abertas ao público, mais precisamente, a realização de três eventos em directo na página de Facebook Faro2027. A primeira, de nome “Faro, cidade Modernista no Sul da Europa”, decorre no dia 25 de Março às 18h30, e conta com a participação do reconhecido Arquiteto Ricardo Agarez. 

Já conhecidas esta abordagem de “Minecraft”? O que pensas da utilização de videojogos na educação?

Catarina Ferreira

Sempre tive desejo inato de expressar a minha criatividade, tendo envergado pelas artes nos estudos e nos tempos livres, como pintura, desenho, fotografia ou arte digital. Os videojogos também me acompanharam desde cedo. Halo foi o que me trouxe à Xbox, onde acabei por criar os Xbox PT Dummies. Não sou fã de guerras de consolas e acredito que todos têm o dever de ser felizes onde entenderem. Podem ver as minhas opiniões (não) populares no Twitter.

Catarina Ferreira has 242 posts and counting. See all posts by Catarina Ferreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *