Minecraft: Story Mode – (PS4) | Análise

 

Um dos jogos mais marcantes deste século chega-nos agora com um Minecraft: Story Mode. Mas terá o mesmo encanto?

 Minecraft_SM  

  • Editora: U&I Entertainment
  • Produtora: Telltale Games
  • Plataformas: PS4

 

Classificação  [starreviewmulti id=8 tpl=20 style=’oxygen_gif’ average_stars=’oxygen_gif’]

Minecraft é um dos maiores nomes da atual indústria e conseguiu-o com uma boa jogabilidade, uma ideia inovadora e grande capacidade de dar ao jogador a possibilidade de usar a sua criatividade sem limites, como nenhum outro jogo foi capaz de oferecer.

Agora, chega às lojas Minecraft: Story Mode, desenvolvido pela fantástica Telltale Games, equipa que já nos ofereceu vários jogos em que a narrativa foi o ponto mais alto. Conhecida pelas suas narrativas fortes, emocionais e cheias de questões morais, agora a Telltale Games vê-se num universo diferente, mais familiar, menos adulto e consegue oferecer um bom jogo para toda a família.

Todavia, devido ao universo de Minecraft, é normal perceber-se que nunca poderíamos estar perante uma história que nos marcasse para sempre. O que temos neste enredo é um arranque lento, com personagens a evoluir suavemente mas em que metade do jogo parece apenas uma introdução para a segunda metade. No entanto, e mesmo sem no início conseguirmos perceber os objetivos e motivações de cada personagem, é difícil não nos ligarmos ao nosso personagem principal e com ele ir descobrindo várias ligações entre o enredo e o Minecraft que conhecemos. Quando acabamos o jogo, a sensação que temos é que estivemos a jogar um Minecraft com história e era, de certeza, esse o objetivo. A identidade do jogo está presente, o mundo respira as possibilidades e criatividade de sempre e o design está idêntico, levando qualquer fã a apreciar cada momento.

minecraft-story-mode

Na jogabilidade a Telltale volta a colocar o seu selo de qualidade. Agarra nos controlos que já conhecemos da franquia e mistura-os com o que nos habituou de outros jogos. Entre esses detalhes estão os momentos de decisão, em que devemos tomar uma decisão num curto espaço de tempo e com isso influenciar a história. Pelo meio temos puzzles, Quick Time Events e momentos de ação em que a realização toma conta da nossa camera para nos proporcionar momentos mais intensos.

Todavia, devido ao universo em que estamos, não esperem questões morais complicadas. Este é, indiscutivelmente, um jogo para crianças e adolescentes, e, se quiserem, para jogarem com toda a família sem problemas com o que irão enfrentar. A forma como a narrativa nos demonstra, de forma direta, quem são os bons e os maus, não existindo meios termos relevantes, demonstra como a Telltale tinha bem definido um público menos maduro e que procura um jogo divertido e suave. Claro que existem revelações e algumas reviravoltas, mas não é esse o trunfo do jogo. O trunfo deste jogo é dar-nos mais um motivo para visitarmos o mundo de Minecraft.

Neste jogo, não teremos de construir nada, pois a história consegue proporcionar-nos tudo o que precisamos para que não tenhamos de perder muito tempo a construir algo que fosse específico para avançar em algum momento. Tal facto pode dar a ideia de que se trata de um jogo fácil, mas na realidade existem vários momentos que exigem concentração e domínio dos botões do nosso comando, algo que nos agradou.

minecraft_

Por fim, salientar uma boa componente sonora, quer nos efeitos e banda sonora, mas principalmente no trabalho de vozes que está com excelente qualidade.

Com um ritmo sempre crescente, o jogo vai melhorando e quando acaba queremos mais. Ficamos à espera do próximo jogo que tem tudo para nos oferecer uma experiência ainda melhor. Este é um jogo para todos os que gostem de Minecraft ou que gostem do género. É um jogo divertido, suave, com alguns desafios e que serve para qualquer idade, para qualquer família.

Pontos fortes:

  • Jogabilidade e história encaixam muito bem
  • Momento cómicos
  • Componente sonora
  • Um jogo para toda a família

Pontos fracos:

  • História pouco apelativa no primeiro terço do jogo

Hardware usado pela MHD para teste de jogos:

PS4:

  • PlayStation 4 Glacier White
  • DualShock 4 White
  • Razer Leviathan Sound System

PC:

  • Headphones Razer Carcharias
  • Keyboard Razer Epic Chroma

Luís Pinto

 

Lê Também:
Guardians Of The Galaxy lideram um novo jogo

Luis Pinto

Developer de videjogos e inteligência artificial - Autor do canal Luís Pinto - Apaixonado por jogos desde o tempo do Spectrum!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *