Gravedad | © Monstra

MONSTRA EM CASA, o Festival de Animação online

O Monstra em Casa é a nova visão do Festival de Animação de Lisboa, e será todo ele online. De 25 a 31 de maio, serão exibidos 169 filmes e 6 masterclasses.

Nos tempos actuais, o Festival de Animação de Lisboa adaptou-se e apresenta-nos agora o “Monstra em Casa”, uma edição totalmente online e que irá marcar o seu 20º aniversário. A edição irá contar com 12 sessões, estando presentes em competições de Curtas, Curtíssimas (filmes até 2 minutos), Estudantes e competição Portuguesa, cerca de 169 filmes. “Monstra em Casa” irá estar disponível via plataforma Kinow e será apenas a primeira parte do festival, que espera poder continuar a celebração da animação nas salas de cinema no final de setembro, inclusive para apresentação das longas-metragens.

Segundo Fernando Galrito, diretor artístico do festival, “Monstra em Casa” é uma partilha, um encontro, um festival de cinema de animação que decorre na casa de todos. É uma outra forma de comemorarmos os nossos 20 anos e de levarmos a todos os mais recentes e os melhores filmes de animação do Mundo. Fica a conhecer o que será apresentado na edição online (vai clicando nas setas para ficares a par das datas e títulos).

1 de 4

COMPETIÇÃO PORTUGUESA SPA VASCO GRANJA

monstra 2020
© Monstra

Esta competição é composta por 13 curtas-metragens, que são uma seleção dos melhores filmes profissionais e de estudantes de autores portugueses realizados no último ano e meio, das quais se destacam:

  • TIO TOMÁS – A CONTABILIDADE DOS DIAS da realizadora Regina Pessoa (filme que teve a sua estreia mundial no Monstra 2019, fez parte da shortlist das curtas de animação para os Óscares e ganhou recentemente um Annie Award na categoria “Best Short Subject”, prémio que se veio juntar a outros tantos recebidos por todo o mundo)
  • O RAPAZ ROXO de Alexandre Siqueira (nomeado para um Annie Award, premiado em festivais de todo mundo, como o Grande Prémio do ANIMA Bruxelas)
  • A MÃE DE SANGUE de Vier Nev
  • O PECULIAR CRIME DO ESTRANHO SR. JACINTO de Bruno Caetano
  • ASSIM MAS SEM SER ASSIM de Pedro Brito
  • MARÉ de Joana Rosa Bragança
  • NESTOR de João Gonzalez (filme feito no Royal College of Art do Reino Unido que conta já com muitas selecções e prémios em festivais nacionais e internacionais, incluindo o Cinanima e o Prémio Sophia Estudante)
  • TO YOU ON THE EVE OF ISOLATION de Óscar Ferreira
  • ODE À INFÂNCIA da dupla João Monteiro e Luís Vital
  • ØDELAGT de Eduarda Duarte
  • CATARSE de Margarida Roxo Neves e Tiago Gomes
  • HALF LOVE  de Inês A. Rodrigues
  • CRUELTY FREE realizado por Tiago Xavier e Cristiane Reis.
1 de 4

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *