Mulheres acusam Morgan Freeman de assédio sexual

Jornalistas e produtoras alegam que Morgan Freeman abordou dos seus corpos e fez gestos e comentários inadequados antes e durante as entrevistas de imprensa.

Morgan Freeman é acusado de assédio sexual por oito mulheres de acordo com a publicação da CNN. As vítimas incluem assistentes de produção, jornalistas e técnicas que interagiram com Freeman durante as filmagens. Chloe Melas, repórter da CNN, é uma das afetadas.

O relatório da CNN começa com a acusação de uma assistente de produção do filme de 2015 “Ladrões Com Muito Estilo”. A mulher alega que Freeman a sujeitou a toques indesejados e comentários sobre a sua roupa e corpo. Ela afirma que Freeman esfregava a mão na parte inferior das suas costas, tentando levantar-lhe a saia enquanto perguntava se estava a usar roupas íntimas. A mulher ainda confessa que bloqueou várias tentativas de Freeman de lhe levantar a saia.

Lê Também:
As 25 alcunhas chinesas das nossas celebridades

Um membro sénior da equipa de produção do thrillerMestres da Ilusão” também alega que Freeman a assediou sexualmente em diversas ocasiões. Segundo a mulher, Freeman fazia comentários sobre o seu corpo e o da sua assistente diariamente:

Ele comentava os nossos corpos. Nós sabíamos que, se ele viesse, não podíamos usar nenhum top que destacasse os nossos seios e nada que favorece-se as nossas curvas. Isto significava que só podíamos usar roupas largas.

No total, as oito mulheres falaram à CNN e disseram que foram vítimas de assédio pelas mãos do Morgan Freeman. As mulheres não relataram o comportamento inadequado do ator porque temiam que isso lhes custasse o emprego. Das oito que vieram para a frente, três são jornalistas que alegam que o ator lhes fez comentários sexuais durante as sessões de imprensa.

Lê Também:
Quanto recebem as celebridades como Jennifer Lawrence?

De acordo com Chloe Melas, estava grávida de seis meses quando Freeman apertou a sua mão, a olhou de cima a baixo e disse: “Eu gostaria de estar aí.” e ainda “Tu estás madura!”.

A segunda jornalista que acusa Freeman de assédio faz parte da Hollywood Foreign Press Association. A mulher não identificada disse que Freeman fez comentários sobre as suas pernas e saia durante duas ocasiões profissionais distintas. Segundo o relatório da CNN, ela tenciona permanecer anónima para não perder futuras entrevistas com celebridades.

Eu estava apenas a fazer o meu trabalho, pelo que o ignorei. Não quis repreendê-lo no local, primeiro porque ele é famoso, segundo porque estávamos a gravar ao vivo e, terceiro, eu tinha que fazer o meu trabalho.

O que pensas destas acusações? Estará Morgan Freeman perto do seu fim?

Luis Telles do Amaral

Escritor de O Diário da Pandemia, administrador do blogue Para Lá da Kapa e a licenciar-se em Microbiologia. Considero-me um devorador de livros nato e fã assíduo do grande ecrã.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *