Naruto Shippuden: Ultimate Ninja Storm 4 (PS4) | Análise

 

A famosa saga chega ao fim!

naruto  

  • Editora: Namco Bandai
  • Produtora: Namco Bandai
  • Plataformas: PS4

 

Classificação  [starreviewmulti id=8 tpl=20 style=’oxygen_gif’ average_stars=’oxygen_gif’]

 

É, ao mesmo tempo, o primeiro jogo Naruto nas atuais consolas e o último da saga que conquistou milhões de fãs em todo o mundo, tanto na manga, como no anime, e mais tarde com os jogos. Naruto Shippuden 4 traz a última parte da história em que o mundo ninja enfrenta a mais violenta das batalhas contra a maior ameaça de todas. Preparem-se para terem de lutar em todos os grandes confrontos!

naruto sotrm 4

Com um número impressionante de personagens, todas elas bem recriadas, o ponto mais alto do jogo está no seu combate, rápido, intenso e cheio de cinemáticas nos golpes mais poderosos. Naruto Shippuden 4 apresenta uma jogabilidade bastante intuitiva em que necessitamos de poucos minutos para começamos a dominar os controlos básicos que são necessários para a grande maioria dos golpes e combinações.
Nas dificuldades mais elevadas, Naruto Shippuden 4 torna-se um desafio mas que não se torna frustrante, pois a sua jogabilidade está entre as melhores que alguma vez apareceu num jogo de luta. Os comandos reagem quase instantaneamente, a camera nunca nos atrapalha, mesmo perante as nossas frenéticas movimentações entre golpes ou mudanças de personagens.

Graficamente é um jogo que oferece o melhor que o anime Naruto nos ofereceu. Cheio de detalhes, as personagens parecem saídas da televisão e misturam-se bem nos locais já conhecidos por nós. Com muita cor, muita destruição e ação sem parar, nunca teremos descanso nestes combates. Tudo isto suportado com um bom trabalho sonoro, quer nos efeitos sonoros, quer nas vozes, e apenas se lamenta que as faces das personagens estejam sincronizadas apenas com as vozes japonesas.

Vê também: Game of Thrones – (PS4) | Análise

Com uma forma rápida e instantânea de mudarmos de personagem (podemos ir a combate com três, controlando uma de cada vez), este simples detalhe oferece maior intensidade e estratégia para trocarmos entre elas nos momentos certos. Por outro lado a inteligência artificial por vezes é um pouco repetitiva, com os inimigos a tentarem várias vezes os mesmos golpes. Nos momentos finais da saga, o jogo alcança outro nível de dificuldade e alguns combates serão realmente difíceis, mas nada que manche uma jogabilidade de topo.

Infelizmente Naruto Shippuden 4 também tem falhas. O modo história não está ao nível do jogo, com pouca história a ser desenvolvida e com momentos da narrativa a serem dados por imagens estáticas e que não encaixam num momento da história tão intenso. No entanto, o ponto mais negativo é o online. Os servidores apresentam falhas e o multiplayer apenas é estável se for local (esperamos que este problema seja resolvido em breve para que o jogo ganhe longevidade).

naruto

Naruto Shippuden 4 é fantástico enquanto estamos no combate, mas uma história mal contada e uma componente online cheia de problemas acabam por manchar o lançamento deste jogo. Assim que os problemas online estiverem resolvidos, este será um jogo muito bom e que dará a a qualquer fã muitas horas e diversão, porque tem, claramente, a melhor componente de combate da saga e uma das melhores jogabilidades para as atuais consolas.

Pontos fortes:

  • Jogabilidade
  • Intenso!
  • Graficamente adapta muito bem o anime
  • Vozes japonesas originais

Pontos fracos:

  • Enredo e apresentação da história
  • Componente online cheio de problemas

Hardware usado pela MHD para teste de jogos:

PS4:

  • PlayStation 4 Glacier White
  • DualShock 4 White
  • Razer Leviathan Sound System

PC:

  • Headphones Razer Carcharias
  • Keyboard Razer Epic Chroma
  • Mouse Razer Naga Epic Chroma

Luís Pinto

 

Luis Pinto

Developer de videjogos e inteligência artificial - Autor do canal Luís Pinto - Apaixonado por jogos desde o tempo do Spectrum!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *