Timothée Chalamet e Armie Hammer em “Chama-me Pelo Teu Nome"

Chama-me Pelo Teu Nome e Mudbound nomeados aos Scripter Awards

“Chama-me Pelo Teu Nome” e “Mudbound: As Lamas do Mississipi”, que estreiam esta quinta-feira em Portugal, foram nomeados à 30ª edição dos Scripter Awards. 

Os membros da USC (University of Southern California) tiveram problemas em eleger os nomeados à 30ª edição dos Scripter Awards. Isto porque em vez de cinco nomeados, estão na corrida nada mais nada menos do que sete argumentos adaptados.

Entre os argumentos que estão nomeados contam-se “Chama-me Pelo Teu Nome” e “Mudbound: As Lamas do Mississípi”, dos dois mais aclamados filmes nesta Awards Season que estreiam já amanhã nas salas de cinema portuguesas.

Scripter Awards
Jason Mitchell e Garrett Hedlund em Mudbound

Também nos nomeados a Melhor Argumento na categoria de televisão não se reduziram a cinco. Desta vez, são seis os argumentos de séries nomeadas, entre as quais “Big Little Lies” e “The Handmaid’s Tale”. A lista completa de nomeados pode ser conhecida abaixo.

Os Scripter Awards atribuem o galardão de Melhor Argumento Adaptado não só aos argumentistas do projeto, bem como aos responsáveis pelo material original.

Os nomeados na categoria de cinema foram selecionados de um conjunto de 91 filmes baseados em material previamente publicado. Em relação à televisão eram elegíveis 28 argumentos. Os Scripter Awards são compostos por um comité de autores, argumentistas, críticos, produtores e académicos, liderados pelo professor e anterior presidente do Sindicato de Argumentistas (WGA) Howard Rodman.

A cerimónia de entrega dos Scripter Awards terá lugar a 10 de fevereiro na Edward L. Doheny Library, no campus da USC.

SCRIPTER AWARDS | LISTA COMPLETA DE NOMEADOS

CINEMA

  • James Ivory (argumentista) & Andreì Aciman (autor do romance) por “Chama-me Pelo Teu Nome
  • Scott Neustadter e Michael H. Weber (argumentistas) & Greg Sestero e Tom Bissell (autores do livro The Disaster Artist: My Life Inside ‘The Room’, The Greatest Bad Movie Ever Made) por “Um Desastre de Artista”
  • Scott Frank, Michael Green e James Mangold (argumentistas) & Roy Thomas, Len Wein, e John Romita, Sr. (autores da BD) por “Logan
  • James Gray (argumentista) & David Grann (autor) por “A Cidade Perdida de Z
  • Aaron Sorkin (argumentista) & Molly Bloom (autora) por “Jogo da Alta-Roda
  • Dee Rees e Virgil Williams (argumentistas) & Hillary Jordan (autora) por “Mudbound – As Lamas do Mississípi
  • Allan Heinberg (argumentista) e William Moulton Marston (autor da BD) por “Mulher-Maravilha
Scripter Awards
Elizabeth Moss em The Handmaid’s Tale

TELEVISÃO

  • Sarah Polley (argumentista) & Margaret Atwood (autora) por Alias Grace
  • David E. Kelley (argumentista) & Liane Moriarty (autora) por “Big Little Lies”. Episódio “You Get What You Need”
  • Noah Pink e Ken Biller (argumentistas) & Walter Isaacson por “Genius”. Episódio “Einstein: Chapter One”
  • Bruce Miller (argumentista) & Margaret Atwood (autora) por “The Handmaid’s Tale”. Episódio “Offred”
  • Peter Landesman, George C. Wolfe e Alexander Woo (argumentistas) & Rebecca Skloot (autora) por “The Immortal Life of Henrietta Lacks”
  • Joe Penhall e Jennifer Haley (argumentistas) & John Douglas e Mark Olshaker por “Midhunter”. Episódio “Episode 10”.

Para mais informações sobre esta temporada de prémios podes consultar o Calendário da Awards Season 2017/2018 aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *