NOS Primavera Sound 2015 | Os concertos que não podes perder no primeiro dia

O NOS Primavera Sound arrancou ontem com um ensaio geral nas Fontaínhas, mas a abertura oficial está marcada para esta quinta-feira. As portas abrem às 16h, e embora o dia não privilegie as sobreposições de horários,  aqui vamos dar-te algumas sugestões sobre o que podes ouvir e ver no Parque da Cidade do Porto.

Mac DeMarco | Palco NOS –  20h

maxresdefault

É verdade que exatamente à mesma hora há Patti Smith spoken word, e as notícias que nos chegam do Primavera Sound de Barcelona vão todas no mesmo sentido: “pela tua saúde, vai ver a Patti”. E vamos, mas no dia seguinte, onde a cantora norte-americana interpreta, na íntegra, o seu primeiro álbum, “Horses”, que comemora 40 anos em 2015. E porquê que só vemos Patti Smith uma vez? Porque Mac DeMarco é imperdível (nem que esta seja a milionésima vez que assistimos a um concerto dele). O cantor de “Salad Days” – rebelde por natureza – apresenta o seu álbum com o mesmo nome, editado em 2014. Ele ama Portugal e nós estaremos lá para o amar de volta.

FKA Twigs | Palco Super Bock – 21h10

A hit girl da pop eletrónica (e, é sempre bom recordar, a dona do coração de Robert Pattinson), apresenta-se pela primeira vez em Portugal naquele que se espera que seja um concerto memorável. Tahliah Barnett, 27 anos, verdadeiro nome de FKA Twigs, traz-nos o seu primeiro álbum, “LP1”, um dos discos mais aclamados de 2014, e que sucedeu a dois EPs, um dos quais lançado de forma independente pela cantora. Sons futuristas, um espetáculo visual arrojado e uma líder do palco que parece vir de um planeta diferente – para melhor – do nosso. É isto que nos espera.

Interpol | Palco NOS – 22h20

interpol_matador_records4

Depois de uma receção morna (e pouco digna) do público no último NOS Alive, os Interpol regressam a Portugal para um concerto onde o público que lá estará presente tem realmente intenções de os ver e ouvir (é correto dizer que os Arctic Monkeys estragam a festa no ano passado?).  A banda liderada por Paul Banks tornou-se conhecida pelas influências de Joy Division (“Turn On The Bright Lights”) e apresenta o álbum “El Pintor”, de 2014.

Caribou | Palco NOS – 1h10

Caribou aka Dan Snaith

Depois de Interpol, talvez seja a hora de um curto repouso ou um jantar já muito atrasado. Ou até mesmo o duo The Juan MacLean que tocam às 00h00. Mas a nossa atenção está em Daniel Victor Snaith, aqui apresentado como Caribou. Ele liderou o Palco Heineken do segundo dia do NOS Alive 2014 e encerra o primeiro dia do NOS Primavera Sound com ritmos dançantes. “Our Love”, prémio IMAPLA de Álbum do Ano em 2014, é o trabalho em destaque.

 

 

Daniel E.S.Rodrigues

Sonho como se estivesse num filme de Wes Anderson, mas na verdade vivo no universo neurótico de Woody Allen. Sou obcecado pela temporada de prémios, e gostaria de ter seguido a carreira de cartomante para poder acertar em todas as previsões dos Óscares, Globos de Ouro (da SIC), Razzies, Troféus TV7 Dias e Corpo do Ano Men's Health. Mas, nesse universo neurótico e imperfeito em que me insiro, acabei por me tornar engenheiro. Sigam-me no Instagram para mais bitaites sobre Cinema, Música, Fotografia e outras coisas desinteressantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *