A Caminho dos Óscares 2017 | Previsões finais dos vencedores (Parte I)

Aproxima-se vertiginosamente a grande cerimónia de Cinema do ano – os Óscares. Nas categorias de melhores atores secundários, há dois afro-americanos que já devem ter o discurso na ponta da língua. 

Os Óscares são o pináculo da temporada de prémios e, por isso, os cinéfilos de todo o mundo correm já contra o tempo para visionar todos os filmes nomeados. O objetivo é simples: mais do que a vontade incomensurável de assistir a performances arrebatadoras, planos-sequência de cortar a respiração ou cinematografias de deixar o queixo caído, há uma vontade generalizada do público em manter-se ativo na conversação. Portanto, mesmo que os filmes não sejam tão espantosos quanto desejássemos, mesmo que aquele filme a preto e branco filmado no Uzebequistão tenha sido completamente ignorado ou mesmo ainda que aquela fantástica atriz israelita até merecesse vencer todos os prémios e mais alguns, há uma magia nos Óscares que não nos permite deixá-los passar ao lado. Esta é, afinal, a época do ano onde toda a gente fala, discute e argumenta sobre Cinema – na Magazine.HD, não somos exceção. O que hoje nos traz por aqui são as categorias de Melhor Ator e Melhor Atriz Secundários.

Melhor Atriz Secundária: Viola Davis ou… Viola Davis?

Começando pelas senhoras, pode dizer-se que a discussão foi silenciada pela mudança (de certa forma) inesperada de Viola Davis (Fences/Vedações) da categoria principal para a categoria mais secundária. É certo que a mesma performance lhe valeu o prémio de Melhor Atriz Secundária no revival da peça de August Wilson para a Broadway, mas essa subtileza é facilmente explicada: as regras dos prémios Tony determinam que apenas os atores creditados acima do título da peça é que serão considerados atores principais. Viola Davis foi colocada abaixo do título da peça, ao contrário de Denzel Washington.

Lê Também:
Parasitas em destaque na semana dos Óscares do AXN Movies

atrizes_secundarias_oscars

Nos Óscares, essa regra não impera mas serviu de pretexto para mais um category fraud que recentemente premiou Alicia Vikander (The Danish Girl/ A Rapariga Dinamarquesa) na mesma categoria. Como tal, independentemente do facto de Viola Davis ser avassaladora no seu papel, não há termo de comparação possível com as suas comparsas (a saber: Michelle Williams, Naomie Harris, Nicole Kidman e Octavia Spencer). Viola Davis já é a atriz negra mais nomeada aos Óscares (conta com três nomeações – sendo que a sua não-vitória por “The Help” ainda hoje é inexplicável) e em breve deverá suceder a Whoopi Goldberg, Jennifer Hudson, Mo’Nique, Octavia Spencer e Lupita Nyong’o, atrizes negras que venceram o Óscar na mesma categoria.

Aposta: Viola Davis, Vedações
Alternativa: Michelle Williams, Manchester by the Sea

Lê Mais: Viola Davis é a primeira atriz negra nomeada 3 vezes aos Óscares!

Melhor Ator Secundário: A consagração de Mahershala Ali?

Já na categoria de Melhor Ator Secundário, dúvidas poderão existir. Mahershala Ali (Moonlight) perdeu momento com a surpreendente consagração de Aaron Taylor-Johnson (Nocturnal Animals/ Animais Noturnos) nos Globos de Ouro, mas há uma combinação de fatores que o coloca como frontrunner. Em primeiro lugar, a sua vitória no Sindicato dos Atores (SAG), um prémio que, por norma, determina o vencedor do Óscar. Em segundo lugar, e talvez ainda mais importante, o seu poderoso discurso (“I am a Muslim.“) enquanto recebia o mesmo prémio. Em terceiro lugar parece estar a ausência de um opositor de peso que lhe possa fazer frente (poderia ter sido Taylor-Johnson caso não tivesse sido ignorado tanto nas nomeações dos SAG como também dos Óscares).

Lê Também:
Canais AXN em abril celebram o caminho até aos Óscares 2021

atores_secundarios_oscares

Lê Também: Moonlight, em análise

Ainda assim, a recente vitória de Dev Patel (Lion/ A Longa Estrada Para Casa) nos BAFTA pode agitar ligeiramente a corrida. É, no entanto, preciso lembrar que Patel é um ator britânico e os BAFTA têm a tradição de premiar a prata da casa.

Aposta: Mahershala Ali, Moonlight
Alternativa: Dev Patel, Lion – A Longa Estrada Para Casa

Quem achas que está melhor posicionado para vencer os Óscares nestas duas categorias? A nossas análises à categorias principais dos Óscares continuarão nos próximos dias, fica atento(a)!


Parte II >>


Daniel E.S.Rodrigues

Sonho como se estivesse num filme de Wes Anderson, mas na verdade vivo no universo neurótico de Woody Allen. Sou obcecado pela temporada de prémios, e gostaria de ter seguido a carreira de cartomante para poder acertar em todas as previsões dos Óscares, Globos de Ouro (da SIC), Razzies, Troféus TV7 Dias e Corpo do Ano Men's Health. Mas, nesse universo neurótico e imperfeito em que me insiro, acabei por me tornar engenheiro. Sigam-me no Instagram para mais bitaites sobre Cinema, Música, Fotografia e outras coisas desinteressantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *