Oscars 2013 | As Nossas Previsões

 

A cerimónia dos Oscars que ocorre dia 24 de fevereiro (acompanhe a nossa cobertura no Facebook da Magazine.HD) será pautada por um excesso de imprevisibilidade que já não víamos há alguns anos.

Embora haja vencedores quase declarados (Daniel Day-Lewis como ator principal, Anne Hathaway como atriz secundária,  Amour como melhor filme estrangeiro e Argo para melhor filme), há algumas categorias indecifráveis.

Como tal, as apostas que se seguem não passam disso mesmo, de apostas. Não se tratam de escolhas pessoais nem tão pouco numa avaliação rigorosa dos melhores do ano. É, antes demais, uma aposta para vencedores de Oscars… com tudo o que isso poderá implicar.

BP


MELHOR FILME
Aposta: Argo
Spoiler: Lincoln

MELHOR REALIZADOR
Aposta: Steven Spielberg, por Lincoln
Spoiler: Ang Lee, por Life of Pi

MELHOR ATOR PRINCIPAL:
Aposta: Daniel Day-Lewis
Spoiler: Bradley Cooper

MELHOR ATRIZ PRINCIPAL
Aposta: Jennifer Lawrence
Spoiler: Emmanuelle Riva

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
Aposta: Anne Hathaway
Spoiler: Sally Field

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
Aposta: Robert DeNiro
Spoiler: Tommy Lee Jones

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
Aposta: Argo, escrito por Chris Terrio
Spoiler: Lincoln, escrito por Tony Kushner

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
Aposta: Zero Dark Thirty, escrito por Mark Boal
Escolha Pessoal: Amour, escrito por Michael Haneke

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
Aposta:Wreck-it Ralph
Spoiler: Brave

MELHOR FOTOGRAFIA
Aposta: Life of Pi
Spoiler: Skyfall

MELHOR GUARDA-ROUPA
Aposta: Anna Karenina
Spoiler: Mirror Mirror

MELHOR MONTAGEM
Aposta: Argo
Spoiler: Zero Dark Thirty

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
Aposta: Amour
Spoiler: Kon-Tiki

MELHOR MAQUILHAGEM & CABELO
Aposta: The Hobbit – Un Unexpected Journey
Spoiler: Les Misérables

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
Aposta: Life of Pi, por Mychael Danna
Spoiler:Lincoln, por John Williams

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL
Aposta: “Skyfall” do filme Skyfall (música e letra por Adele Adkins e Paul Epworth)
Spoiler:“Pi’s Lullaby” do filme Life of Pi (música por Mychael Danna e letra por Bombay Jayashri)

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
Aposta: Les Misérables
Spoiler: Anna Karenina

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
Aposta: Argo
Spoiler: Zero Dark Thirty

MELHOR MISTURA DE SOM
Aposta: Les Misérables
Spoiler: Life of Pi

MELHORES EFEITOS VISUAIS
Aposta: Life of Pi
Spoiler: The Hobbit – Un Unexpected Journey

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
Aposta: Paperman
Spoiler: Adam and Dog

MELHOR CURTA-METRAGEM
Aposta:Curfew
Spoiler: Asad

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTAL:
Aposta: Open Heart
Spoiler:Inocente

MELHOR DOCUMENTÁRIO:
Aposta: Searching for Sugar Man
Spoiler: How to Survive a Plague

 

 

 

MELHOR FILME
“Beasts of the Southern Wild”
“Silver Linings Playbook”
“Zero Dark Thirty”
“Lincoln”
“Les Miserables”
“Life of Pi”
“Amour”
“Django Unchained”
“Argo”

MELHOR REALIZADOR
David O. Russell por “Silver Linings Playbook”
Ang Lee por “Life of Pi”
Steven Spielberg por “Lincoln”
Michael Haneke por “Amour”
Behn Zeitlin por “Beasts of the Southern Wild”

MELHOR ATOR PRINCIPAL
Bradley Cooper por “Silver Linings Playbook”
Daniel Day-Lewis por “Lincoln”
Hugh Jackman por “Les Misérables”
Joaquin Phoenix por “The Master”
Denzel Washington por “Flight”

MELHOR ATRIZ PRINCIPAL
Jessica Chastain por “Zero Dark Thirty”
Jennifer Lawrence por “Silver Linings Playbook”
Emmanuelle Riva por “Amour”
Quvenzhané Wallis por “Beasts of the Southern Wild”
Naomi Watts por “The Impossible”

MELHOR ATRIZ SECUNDÁRIA
Sally Field por “Lincoln”
Anne Hathaway por “Les Misérbales”
Jackie Weaver por “Silver Linings Playbook”
Helen Hunt por “The Sessions”
Amy Adams por “The Master”

MELHOR ATOR SECUNDÁRIO
Christoph Waltz por “Django Unchained”
Philip Seymour Hoffman por “The Master”
Robert De Niro por “Silver Linings Playbook”
Alan Arkin por “Argo”
Tommy Lee Jones, por “Lincoln”

MELHOR ARGUMENTO ADAPTADO
“Argo” , escrito por Chris Terrio
“Beasts of the Southern Wild”, escrito por Lucy Alibar & Benh Zeitlin
“Life of Pi”, escrito por David Magee
“Lincoln”, escrito por Tony Kushner
“Silver Linings Playbook”, escrito por David O. Russell

MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL
“Amour”, escrito por Michael Haneke
“Django Unchained”, escrito por Quentin Tarantino
“Flight”, escrito por John Gatins
“Moonrise Kingdom”, escrito por Wes Anderson & Roman Coppola
“Zero Dark Thirty”, escrito por Mark Boal

MELHOR FILME DE ANIMAÇÃO
“Brave”
“Frankenweenie”
“ParaNorman”
“The Pirates! Band of Misfits”
“Wreck-It Ralph”

MELHOR FOTOGRAFIA
“Anna Karenina” Seamus McGarvey
“Django Unchained” Robert Richardson
“Life of Pi” Claudio Miranda
“Lincoln” Janusz Kaminski
“Skyfall” Roger Deakins

MELHOR GUARDA-ROUPA
“Anna Karenina” Jacqueline Durran
“Les Misérables” Paco Delgado
“Lincoln” Joanna Johnston
“Mirror Mirror” Eiko Ishioka
“Snow White and the Huntsman” Colleen Atwood

MELHOR DOCUMENTÁRIO
“5 Broken Cameras”, de Emad Burnat & Guy Davidi
“The Gatekeepers”
“How to Survive a Plague”
“The Invisible War”
“Searching for Sugar Man”

MELHOR CURTA-METRAGEM DOCUMENTAL
“Inocente”, de  Sean Fine e Andrea Nix Fine
“Kings Point”, de Sari Gilman e Jedd Wider
“Mondays at Racine”, de Cynthia Wade e Robin Honan
“Open Heart”, de Kief Davidson e Cori Shepherd Stern
“Redemption”, de Jon Alpert e Matthew O’Neill

MELHOR MONTAGEM
“Argo”
“Life of Pi”
“Lincoln”
“Silver Linings Playbook”
“Zero Dark Thirty”

MELHOR FILME ESTRANGEIRO
“Amour” – Áustria
“Kon-Tiki” – Noruega
“No” . Chile
“A Royal Affair” – Dinamarca
“War Witch” – Canadá

MELHOR MAQUILHAGEM & CABELO
“Hitchcock”
“The Hobbit: An Unexpected Journey”
“Les Misérables”

MELHOR BANDA SONORA ORIGINAL
“Anna Karenina”, por Dario Marianelli
“Argo”, por Alexandre Desplat
“Life of Pi”, por Mychael Danna
“Lincoln”, por John Williams
“Skyfall”, por Thomas Newman

MELHOR CANÇÃO ORIGINAL

“Before My Time” do filme “Chasing Ice” (música e letra por J. Ralph)
“Everybody Needs A Best Friend” do filme “Ted” (música por Walter Murphy e letra por Seth MacFarlane)
“Pi’s Lullaby” do filme “Life of Pi” (música por Mychael Danna e letra por  Bombay Jayashri)
“Skyfall” do filme “Skyfall” (música e letra por Adele Adkins e Paul Epworth)
“Suddenly” do filme “Les Misérables” (música por Claude-Michel Schönberg e letra por Herbert Kretzmer e Alain Boublil)

MELHOR DESIGN DE PRODUÇÃO
“Anna Karenina”
“The Hobbit: An Unexpected Journey”
“Les Misérables”
“Life of Pi”
“Lincoln”

MELHOR CURTA-METRAGEM DE ANIMAÇÃO
“Adam and Dog”, de Minkyu Lee
“Fresh Guacamole”, de PES
“Head over Heels”, de Timothy Reckart e Fodhla Cronin O’Reilly
“Maggie Simpson in “The Longest Daycare””, de David Silverman
“Paperman”, de John Kahrs

MELHOR CURTA-METRAGEM
“Asad”, de Bryan Buckley e Mino Jarjoura
“Buzkashi Boys”, de Sam French e Ariel Nasr
“Curfew”, de Shawn Christensen
“Death of a Shadow (Dood van een Schaduw)”, de Tom Van Avermaet e Ellen De Waele
“Henry”, de Yan England

MELHOR EDIÇÃO DE SOM
“Argo”
“Django Unchained”
“Life of Pi”
“Skyfall”
“Zero Dark Thirty”

MELHOR MISTURA DE SOM
“Argo”
“Les Misérables”
“Life of Pi”
“Lincoln”
“Skyfall”

MELHORES EFEITOS VISUAIS
“The Hobbit: An Unexpected Journey”
“Life of Pi”
“The Avengers”
“Prometheus”
“Snow White and the Huntsman”

*** *** ***

NÚMERO DE NOMEAÇÕES POR FILME
“Lincoln”: 12
“Life of Pi”: 11
“Silver Linings Playbook”: 8
“Les Misérables”: 8
“Argo”: 7
“Amour”: 5
“Django Unchained”: 5
“Skyfall”: 5
“Zero Dark Thirty”: 5
“Anna Karenina”: 4
“Beasts of the Southern Wild”: 4
“The Master”: 3
“The Hobbit”: 3
“Flight”: 2

2 thoughts on “Oscars 2013 | As Nossas Previsões

  • Claramente, quem fez estas escolhas não viu “Django”. E nem teve em conta os prémios anteriores porque senão saberia que quem vai ganhar o óscar de melhor actor secundário não é Robert De Niro mas sim Christoph Waltz apesar de Tommy Lee Jones ainda ter alguma hipótese e o óscar de melhor argumento original não é “Zero Dark Thirty” mas sim, claramente, “Django Unchained”…

  • Caro Pedro Fonseca,

    Quem fez estas escolhas tanto viu o “Django Libertado” como até fez a análise ao dito filme (consulte em: http://www.magazine-hd.com/apps/wp/django-libertado-em-analise/).

    Dons em futurologia ninguém os tem, logo será impossível afirmar que “X vai ganhar”, a menos que estejamos a falar dos casos enumerados acima das previsões.

    Para os Oscars, pouco importa se um ator ganhou todos os prémios porque isso poderá mudar a qualquer momento. Não estamos, na maioria dos casos, a falar do “melhor”.

    A escolha do Robert DeNiro por comparação aos restantes prende-se com isso mesmo. O facto de não pensar ser provável ganhar o Christoph Waltz uma vez que não é usual um ator ganhar dois Oscars em tão pouco tempo (a outra vez foi em “Sacanas Sem Lei”, outro filme de Tarantino).

    Como tal, a escolha de Robert DeNiro, embora não passando de uma mera aposta, poderá ser real. Um dos produtores do filme “Silver Linings Playbook” chama-se Harvey Weinstein, homem que esteve por detrás das vitórias sempre polémicas de “A Paixão de Shakespeare” ou “O Paciente Inglês” e que este ano conseguiu, por exemplo, a polémica nomeação de Jacki Weaver para Melhor Atriz Secundária.

    O pouco gosto da Academia pelo Quentin Tarantino também nos leva a escolher outras opções na categoria de Argumento Original.

    Como dissemos acima, tratam-se de apostas e não de escolhas pessoais. No final da cerimónia cá estaremos para as avaliar.

    Cumprimentos,
    Daniel Rodrigues
    Magazine.HD

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *