Pátio das Cantigas | O remake

 

Foi em Lisboa da década de 40 que o Pátio das Cantigas – uma das mais queridas e conhecidas comédias populares do cinema português foi lançado.

Realizado por Francisco Ribeiro e produzido por António Lopes Ribeiro, conta uma história que decorre num bairro da capital durante os Santos Populares. Caracterizado por ser repleto de divertidos equívocos e metáforas mordazes é protagonizado por Vasco Santana, António Silva e Ribeirinho. É aquele tipo de filme que ganhou o estatuto de imortal dentro de grande parte das casas portuguesas.

Sempre que Pátio das Cantigas está a passar nos canais de televisão nacional, ficamos a ver. Já o sabemos de cor, mas não resistimos a ouvir mais uma vez o eterno «Evaristo tens cá disto?». O jogo de diálogos é apurado e apinhado de duplos sentidos. No Pátio das Cantigas as características base da Revista à portuguesa estão bem presentes.

O filme de Francisco Ribeiro é uma ode a Lisboa, às características peculiares, bairristas e populares da capital. É um desfile de personagens típicas, de episódios da vida corriqueira e diária dos lisboetas bairristas. O realizador deu à memória do pais um retrato discreto da sociedade da década de 40, deu o bêbado mais divertido, provocador e inesquecível do cinema português – Vasco Santana, deu um António Silva inigualável e cujo mau feitio é inesquecível e um Ribeirinho delicioso nas suas “calinadas” na gramática. O Pátio das Cantigas é mais do que um filme, é um divertido e nada ofensivo documentário da história da capital.

Vasco Santana

Agora, numa época em que reboots, remakes, sequelas, prequelas e afins marcam uma presença cada vez mais vincada no cinema, o Pátio das Cantigas vai ter uma nova versão.

A produtora Stopline convidou Leonel Vieira para filmar uma nova versão da clássica comédia portuguesa. Este projeto faz parte de uma trilogia intitulada “Trilogia de Clássicos“. Ainda não se sabe quais são os outros dois filmes, mas a produtora avançou que ambas serão também adaptações de outros filmes “do período de ouro do cinema português”.

Esta nova versão do filme conta no elenco com Miguel Guilherme, César Mourão, Dânia Neto, Sara Matos, Anabela Moreira e Cristóvão Campos. As filmagens estão a decorrer em Lisboa, na Vila Berta.

A Conferência de Imprensa “Trilogia dos Clássicos – O Pátio das Cantigas” vai acontecer a segunda feira dia 22 de Setembro e promete lançar mais novidades sobre este projeto da produtora.

–//–

girl on film

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.