© Konami

PES passa a chamar-se eFootbal e será grátis

“eFootball” é o nome escolhido pela Konami para substituir o tão conhecido “PES”, e esta parece não ser a única novidade a ser apresentada.

A popular série de simulação de futebol “Pro Evolution Soccer” sofrerá uma mudança de nome, bem como uma mudança de modelo de negócio. A editora japonesa, Konami, anunciou que a nova entrada do que é o maior concorrente de “FIFA” será lançada sob a marca “eFootball”, e estará disponível como um título de jogo completamente gratuito.

Lê Também:
Os Jogos Mais Aguardados de 2021

A Konami desencadeou a mudança em 2020, quando lançou o primeiro “PES eFootball”, e o “eFootball Winning Eleven” (no mercado japonês). Agora, o nome será completamente original, o que marca o fim do título que tem vindo a utilizar desde 2001.

O novo jogo estará disponível para descarregar durante este outono no PC, bem como na PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, e Xbox Series S. Os dispositivos móveis estão definidos para seguirem as mesmas pegadas um pouco depois, com os programadores a afirmarem que vai existir a possibilidade de crossplay em todas as plataformas (embora seja necessária a utilização de comando no telemóvel).

efootball-roadmap
© Konami

Como todos os anos, não faltarão melhorias na jogabilidade. Em particular, os criadores querem trabalhar em movimentos mais realistas no próximo título, e serão anunciados mais pormenores em agosto. A Konami também confirmou que o jogo irá substituir o anteriormente utilizado Fox Engine pela quarta geração do Unreal Engine.

Inicialmente, só estarão disponíveis jogos amigáveis, juntamente com nove clubes, sendo que mais conteúdo será adicionado gradualmente ao longo do outono e do inverno. No entanto, alguns modos de jogo terão de ser adquiridos pelos jogadores sob a forma de DLC.

Ainda não conhecemos os detalhes, mas a Konami quer que os jogadores sejam capazes de adaptar a experiência eles próprios, e que paguem apenas pelo que querem no jogo.

Para esclarecer, o “eFootball” deixará de ser lançado como um título pago no futuro, passando a receber atualizações com novos conteúdos. Esta mudança de estratégia contrasta com a abordagem tradicional de lançar novas edições de simuladores desportivos todos os anos, onde os editores pedem o montante total de um jogo AAA,  apesar das mudanças insignificantes.

TRAILER | EFOOTBALL GAMEPLAY

O que achas desta forma de negócio? Será que mais empresas deviam de seguir a mesma filosofia?

André Silva

Host do podcast "Duplo Sentido". Provavelmente o jogador mais azarado do mundo, o fanático por tecnologias e videojogos conseguiu vingar no pequeno grande mundo dos eSports (mesmo que por pouco tempo).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *