Quantas horas gastamos a ver videos nos dispositivos móveis?

Novo estudo da Ericsson revela um aumento significativo  na visualização de vídeos em dispositivos móveis, desde 2012.

Hoje foi o dia da Ericsson lançar a 7ª edição do seu estudo anual ConsumerLab TV & Media Report, que mostra a gigantesca  mudança nos comportamentos de visualização de TV e vídeo.  O relatório detalha que ainda que se verifique um aumento no consumo de vídeo em dispositivos móveis e em TV on-demand nos últimos nos, a a descoberta de conteúdo continua a não empolgar os consumidores.

O novo relatório Ericsson ConsumerLab TV & Media, que representa as opiniões de 1,1 mil milhões de consumidores, apontou, ainda, a existência de um aumento  de 200 horas por ano na visualização de vídeos em dispositivos móveis, desde 2012.

Ainda de acordo com o mesmo relatório, nos últimos seis anos a visualização de TV e vídeos em dispositivos móveis registou um crescimento de 85%. Para os consumidores dos Estados Unidos os serviços de Video on Demand estão no topo das preferências, ultrapassando os serviços tradicionais de televisão, indica o estudo.

Tempo dedicado por semana a ver TV e vídeo em dispositivos móveis
Tempo dedicado por semana a ver TV e vídeo em dispositivos móveis

Vê também: Instagram testa nova funcionalidade

SOBRE O ESTUDO

O Ericsson ConsumerLab TV and Media Report assume-se como o maior estudo sobre os hábitos de consumo de TV. É baseado em mais de  30.000 pessoas, de 24 países diferentes, que ilustram a opinião de 1,1 mil milhões de pessoas. O relatório pormenoriza os mais recentes comportamentos, atitudes e exigências dos consumidores no que respeita a TV e Media, e o potencial impacto que estas tendências podem ter nos atuais modelos de negócio da indústria.


Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Cátia Santos has 1099 posts and counting. See all posts by Cátia Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.