Top 10 Tarantino | 5. As t-shirts de Jules e Vincent

 

<< 6. O quimono de O-Ren | 4. O fato de Bridget von Hammersmark >>

 

As t-shirts que os dois assassinos de Pulp Fiction são forçados a vestir depois de um sangrento acidente no seu carro são dos mais hilariantes figurinos no cinema de Tarantino.

 

Filme em que apareceu: Pulp Fiction (1994)

Atores que vestiram: Samuel L. Jackson e John Travolta

Figurinistas: Betsy Heimann

 

Quentin Tarantino Pulp Fiction

Quando se pensa no vestuário presente em Pulp Fiction será de esperar que as primeiras imagens que surjam sejam as de John Travolta e Samuel L. Jackson com os seus fatos pretos e camisas brancas ou mesmo Uma Thurman com o seu icónico penteado e apoteose da elegância minimalista que caracterizou a década de 90. Todos esses trajes foram, curiosamente, concebidas no seguimento dos figurinos concebidos para Cães Danados, o primeiro filme do realizador. Tal como o elenco desse filme, estes três atores envergam conjuntos simples e monocromáticos, sendo que no caso dos dois assassinos, a ligação ao filme anterior é bastante incontornável.

Lê Também: Se a Califórnia fosse um filme, seria “Pulp Fiction”

No entanto, não são nenhuns desses conjuntos a integrar esta listagem, mas sim os figurinos que vêm em diametral oposição a toda esta ideia de sofisticação simples e memorável. Mesmo pelas indicações presentes no texto de Cães Danados, é fácil perceber que essa imagem de uma figura num simples fato preto, camisa branca e gravata é uma imagem cristalizada do que é ser cool e despreocupadamente poderoso na oeuvre de Tarantino, pelo que a sua contradição na forma de um par de t-shirts incrivelmente distantes de qualquer ideia de elegância.

Quentin Tarantino Pulp Fiction

De repente, os dois assassinos assumem a imagem de dois desenxabidos imbecis, sendo que os seus fatos cobertos de sangue e matéria cerebral deixam de ser uma hipótese viável. O próprio texto de Tarantino chama atenção para quão horrendas e aleatórias estas t-shirts são, demonstrando o modo como o próprio autor construiu toda esta troca de roupas como modo de subverter o impacto visual dos seus protagonistas. No final estes figurinos, especialmente a t-shirt dos UC Banana Slugs vestida por Travolta, são o perfeito exemplo do humor visual que recheia o cinema de Tarantino, onde cada elemento visual é mais uma oportunidade para este autor demonstrar o seu curioso sentido de humor e sagacidade estilística.

Quentin Tarantino Pulp Fiction

 

<< 6. O quimono de O-Ren | 4. O fato de Bridget von Hammersmark >>

 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *