Realidade virtual pode ajudar a melhorar a qualidade de vida dos mais idosos

Cientistas acreditam que a realidade virtual poderá ajudar no tratamento de demência, depressão e ansiedade.

O OpenLab tem estudado os benefícios da realidade virtual em pessoas mais idosas. Numa das pesquisas concluiu-se que usar a realidade virtual poderá auxiliar no tratamento de depressões, demência, enfartes ou de ansiedade em pessoas cuja idade é mais avançada.

Um equipamento com este tipo de tecnlogia poderá simular o ambiente exterior, sem que os doentes corram o risco de se perderem. Lora Appel, uma investigadora, acredita que a utilização desta tecnologia poderá melhorar a qualidade de vida das pessoas.

Vê também: Séries A Não Perder em 2017

Acredita-se que esta tecnologia poderá ser, também, uma mais valia na altura de diagnosticar uma doença.

Por enquanto esta pesquisa ainda se encontra numa fase de testes, mas espera-se que no final do verão se iniciem testes mais práticos.

Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *