Roger Daltrey afirma que o rap é mais relevante do que o rock

Roger Daltrey, o vocalista dos The Who, uma das bandas mais conhecidas da história do rock afirma que o rap tem um maior impacto sociocultural na actualidade do que o rock ou o pop.

Roger Daltrey, em entrevista ao The Times, durante o festival Desert Trip, disse que o “rock morreu” e que terá chegado a “um beco sem saída”, referindo ainda que o rap é mais importante nos dias de hoje: “apenas os rappers têm algo de importante a dizer”.

Quanto ao pop, o vocalista dos The Who não hesitou em dizer que o que é feito na actualidade não tem conteúdo, sendo, por isso descartável. Estas afirmações ganharam um significado maior por terem sido proferidas no festival Desert Trip, onde actuaram Dylan, Rolling Stones, Paul McCartney, Neil Young ou Roger Waters.

Lê também: Geen Day insurgem-se contra Donald Trump em concert

Quando reflectiu sobre o panorama musical, Roger Daltrey diz sentir-se triste por o rock ter perdido rock terá perdido a sua aura e pertinência e que a música de hoje em dia é fácilmente esquecida. Na sua visão apenas alguns rappers têm conseguido que a música popular mantenha o impacto sociocultural de outros tempos, com uma atitude aguerrida e interventiva.

Noutras situações, o cantor já tinha sido crítico em relação à música actual, tendo atacado grupos como os One Direction. Os críticos destas declarações respondem ao dizer que Daltrey ainda se encontra “ancorado no passado, não tendo em atenção que o panorama musical mudou nas últimas décadas com novas formas de criação, distribuição ou fruição a alterarem a percepção que temos do mesmo”.


Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *