"Seberg: Contra Todos os Inimigos" ©NOS Audiovisuais

Seberg: Contra Todos os Inimigos | A vida da actriz e activista em filme

Inspirado em factos reais da vida do ícone da Nova Vaga Jean Seberg, estreia em breve nos cinemas nacionais “Seberg – Contra Todos os Inimigos”.

Trabalhando desde os 18 anos com o conceituado realizador Otto Preminger, primeiro no filme “Santa Joana” de 1957 e depois em “Bonjour Tristesse”, a actriz americana Jean Seberg não era ainda muito conhecida, mas tinha já uma experiência traumática resultante da sua colaboração com o realizador austríaco. A fama e o sucesso chegariam mais tarde, em 1960, com a sua participação em “O Acossado” de Jean-Luc Godard.

É no período em que regressa a Hollywood para fazer uma série de filmes (de 1965 a 1970) que Jean Seberg se envolve nos movimentos anti-guerra e de luta pelos direitos humanos, tornando-se um alvo do FBI empenhado em travar estes movimentos na América.

“Seberg – Contra Todos os Inimigos” acompanha este momento da vida da actriz colocando-a em paralelo com a do ficcional agente do FBI Jack Solomon, até ao momento em que Jack, fascinado e obcecado com a actriz, se cruza com Jean.

Lê Também:
Guia de Estreias de Cinema em 2020

Apesar dos seus contributos para estas causas terem sido modestos e privados, o seu envolvimento político e romântico com o activista dos direitos civis Hakim Jamal do Black Panther Party, põe Jean na mira da agência americana que tudo faz para a desacreditar, tornando a sua vida num inferno e colocando a sua vida em risco.

Kristen Stewart (saga “Twilight”) dá vida a Jean Seberg ao lado de Anthony Mackie (“Vingadores: Endgame”) no filme de Benedict Andrews, num papel que a crítica considera já ser a melhor interpretação da sua carreira. “Seberg – Contra Todos os Inimigos” é um thriller elegante produzido, entre outros, por Emilie Georges, nomeado para o Óscar de Melhor Filme com o filme “Chama-me pelo Teu Nome”.

Nesta narrativa Jean Seberg (Stewart) é já uma conhecida actriz e apoiante do movimento pelos direitos civis, quando se envolve por Hakim Jamal (Mackie), um carismático activista do movimento Black Panther, e o seu relacionamento rapidamente passa de político para romântico. Esse envolvimento faz dela um alvo do FBI, e os agentes Jack Solomon (O’Connell) e Carl Kowalski (Vaughn) tudo fazem para documentar esta relação. Jack torna-se obcecado e atraído pela presença luminosa de Jean, o que a leva a perceber que está a ser seguida, tornando-se cada vez mais psicologicamente instável.

Empenhados em desacreditar Jean e o próprio movimento, o FBI lança informações escandalosas que dilaceram a família de Jean e erguem uma barreira entre ela e as suas paixões. Horrorizado com o impacto desta acção e envergonhado pela sua participação nela, Jack embarca numa missão de salvação e redenção que o coloca por momentos em contacto directo com Jean. Para ele, é simultaneamente um confronto com a sua obsessão e um ponto de viragem moral. Para Jean, é a confirmação de que foi vítima de um sistema corrupto e um reflexo do papel que desempenhou no seu próprio desenlace.

Enquanto aguardamos pela estreia, marcada para 20 de Fevereiro, ficamos com o trailer.

TRAILER | KRISTEN STEWART É JEAN SEBERG NESTE THRILLER

Será este o grande papel da carreira de Kristen Stewart?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *