TOP das Séries Socialmente Relevantes: Supergirl

Supergirl é uma das séries que estão a dar que falar e não é porque podemos ver super-heróis em ação, é muito mais do que isso.  


<< SPEECHLESS | AMERICAN CRIME >>


Criada por: Ali Adler, Greg Berlanti e Andrew Kreisberg

Elenco: Melissa Benoist, Calista Flockhart, Chyler Leigh, Jeremy Jordan, Mehcad Brooks, David Harewood, Chris Wood e Floriana Lima.

Emissora: The CW, CBS

Sinopse: Kara Zor-El é enviada de Krypton para a terra com o objetivo de proteger e cuidar do seu primo, Superman. No entanto, após ficar presa na Zona Fantasma, Kara chega à terra e encontra o primo já tinha crescido. Agora é ela quem precisa de um apoio. Kara vive anos sem revelar os seus poderes ao mundo, mas um acidente força-a a assumir a sua verdadeira identidade. Supergirl surge assim como a super-heroína que poucos sabiam que precisavam. Ao lado de James e Winn a nossa Kara consegue finalmente transformar-se na Supergirl.

SPOILER ALERT !

Se ainda não estão a par dos últimos episódios de Supergirl a Magazine.HD informa que este artigo pode conter informações recentes sobre a história e as personagens.
Supergirl

– O que é mais atraente para nós em Supergirl?

Supergirl não é só mais uma série de super-heróis. É verdade que hoje estamos expostos a muitas séries baseadas nas bandas desenhadas da Marvel e da DC. No entanto nenhuma se tinha destacado a este nível. Supergirl aborda temas como a igualdade de géneros, o poder das mulheres e a homossexualidade. Temas que a nosso ver ainda não tinham sido verdadeiramente explorados numa só série. Por isso Supergirl nos chama à atenção. Por ser uma série divertida, com conteúdo, que vai buscar algumas das nossas personagens de comics preferidas e ainda consegue apelar à consciência da audiência!

Lê Também:
Superman & Lois antecipa a sua estreia com um novo trailer

Lê aqui: Mensagens subliminares nas animações da Disney

– Porque é Supergirl uma série socialmente relevante?

Podemos contar pelos dedos das mãos as séries que nos contam a história de uma mulher capaz de mudar o mundo. E esta consegue. Kara surge como uma super mulher capaz de combater todos os perigos na sua vida profissional e pessoal. É tão bom ver que Supergirl é considerada como sendo forte e corajosa, algo que, ultimamente só vemos associado aos homens. Se pensarmos nos grupos de heróis mais conhecidos de sempre, Avengers e Justice League, vemos que existe apenas uma ou duas mulheres que fazem parte do grupo. Em Supergirl isso não acontece. O papel da mulher é fortalecido e valorizado. Kara e Alex são duas mulheres diferentes que se destacam por fazer exatamente o mesmo que um homem pode fazer. Sem preconceitos. É também uma série relevante pelo simples facto de abordar a homossexualidade com tanta leveza e naturalidade.

Supergirl

Na segunda temporada da série Alex, irmã adoptiva de Kara, assume que está apaixonada por uma mulher. Este acontecimento não choca as personagens envolvidas que afirmam que o amor é mais importante que um rótulo, um título. Destacamos a forma natural, bonita e brilhante como a homossexualidade é aqui abordada e é por isso que esta série se torna tão relevante. Surge como um sistema de apoio para aqueles que a vêm e educa também a audiência. Esta temporada em específico mostra mesmo que o amor não escolhe idades, sexos, raças e que é simplesmente maravilhoso por si mesmo.

Lê Também:
Nova Batwoman a caminho da HBO Portugal

Consulta: La La Flash, a análise do crossover musical

– Qual é a personagem que consideram mais importante?

Torna-se quase impossível destacar uma personagem porque todas fazem parte deste Universo brutal. Mas talvez fosse importante referir a personagem do Winn. Winn é alguém que esteve desde o início com Kara nunca julgando a amiga pelas suas ações. O seu objetivo foi sempre apoia-la e torná-la mais forte. O Winn é uma personagem tão importante porque nunca viu o seu ego ferido porque uma mulher era mais forte e corajosa que ele. Ele nunca sentiu que tinha que provar o seu valor para ser respeito. E, nesta segunda temporada, Winn assume uma relação com um ser de outro planeta. A namorada de Winn tem um aspeto diferente dos humanos mas não é por isso que Winn deixa de estar orgulhoso da sua relação!

Por isso palmas para ele, por nos demonstrar que um homem a sério não tem que provar o seu valor e que o amor surge de todos os tamanhos e feitios.

Supergirl

Por todas estas razões Supergirl torna-se numa série socialmente relevante. E talvez se tivermos esperança no ser humano estas questões deixem de ser socialmente relevantes e passem a ser o considerado natural.


<< SPEECHLESS | AMERICAN CRIME >>


Beatriz Monteiro

25 @ Coach @ Social Media Manager @ Magazine Editor. Viciada em banda desenhada, cinema, música e confesso jelly beans. A minha bucket list inclui receber uma carta para Hogwarts. Não aconteceu, ainda! Fã incondicional da Marvel e da DC. Não escolho lados. Escrevo todos os artigos a ouvir o albúm Leftoverture dos Kansas. Mais sobre mim no meu instagram! :)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *