YouTube ultrapassa Netflix | ©Afoteu

Netflix é ultrapassada pelo YouTube

Os adolescentes americanos preferem o YouTube como plataforma número um para streaming de vídeo ao titã Netflix

Um novo estudo realizado pelo banco de investimento Piper Jaffray indica que a Netflix perdeu o primeiro lugar de plataforma de streaming mais popular entre a população adolescente americana. O novo líder do campeonato de entretenimento é o YouTube, segundo as novas estatísticas.

Os adolescentes dos Estados Unidos gastam o seu tempo em 4 plataformas. Em primeiro lugar, com 37%, está o YouTube seguido da Netflix com 35%. Bem mais abaixo, com 7% está a Hulu e com apenas 5% e a fechar as contas temos a Prime Video da Amazon. Ainda não se sabe qual será o impacto, mas a chegada de novas plataformas como a Disney+ e a Apple TV+ poderá agitar um mercado que compete cada vez mais pela atenção dos seus consumidores.

Lê Também:
Joker, em análise

Desde os últimos anos que a Netflix se tem vindo a afirmar como a grande potência do streaming, mas o advento de outras plataformas produtoras de conteúdos exclusivos tem vindo a pôr em causa esse estatuto. A acessibilidade não é um problema para a Netflix dado que muitos dos seus competidores escondem o acesso por trás de uma subscrição, no entanto o facto do YouTube não ter qualquer taxa de entrada veio a pôr em causa algo que usualmente não seria um problema.

Além de ser um serviço gratuito, o YouTube oferece um tipo de conteúdo mais personalizado e homemade. Mesmo com a tendência cada vez maior de grandes produções para o website (especialmente para o YouTube Red, um serviço de séries e filmes originais focadas nos maiores criadores da plataforma), o YouTube mantém uma qualidade muito pessoal no seu conteúdo e tem à disponibilidade do consumidor milhões de canais, havendo sempre alguma coisa de interesse para cada utilizador. Outro dado relevante e que pode chegar a influenciar a presença permanente da plataforma no topo do mercado é o facto dos adolescentes de agora eram as crianças que cresceram e nasceram num mundo em que o YouTube já existia ou já era um dos websites mais prevalentes na internet.

Por agora é difícil dizer se esta situação se irá repetir e até se repetir mesmo não haverá grande agitação dado que mesmo com este novo estudo a bolsa pouco ou nada se mexeu para refletir esta nova tendência. É esperar para ver.

TRAILER | “BIG MOUTH” É UMA DAS SÉRIES ORIGINAIS DA NETFLIX E A SUA 3ª TEMPORADA JÁ ESTREOU

Será apenas uma exceção ou estará o YouTube a afirmar-se como plataforma número um?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *