Os 10 principais géneros de animes | Ecchi e Jogo

Interessado e curioso mas pouco confiante em tudo conseguir entender e apreciar na arte dos Animes? Então este artigo é para ti. Nele tentaremos explicar os principais géneros deste mundo nipónico.


<< Seinen e Josei | Desporto e Slice of Life >>


ECCHI

Se os nomes dos últimos quatro géneros demográficos apresentados poderiam ser um pouco estranhos para quem nunca esteve em contacto com o universo das animações japonesas, o próximo género vai manter o nível de estranheza. Começando pelo termo, “ecchi” é uma gíria usada frequentemente na língua japonesa para brincadeiras sexuais. No que toca aos media japoneses, como as mangas ou os animes, o termo ecchi foi adaptado pelos fãs para descrever obras com conotação sexual. Tendo agora esta informação, podemos avançar para aquilo em que consiste exatamente este género.

Lê mais: Três famosas mangas revelam a sua versão de Capitão América: Guerra Civil

animes

O ecchi é um género temático onde não se mostra qualquer relação sexual, nem os principais órgãos sexuais dos personagens, mas faz com que o espetador imagine algo mais do que aquilo que está a ser mostrado. Por esse motivo, os animes ecchi são frequentemente classificados para maiores de 13 anos, embora essa classificação passe rapidamente para maiores de 18 quando a série leva o género ecchi ao extremo.

Vê também: Your Lie in April, em análise

Este género não costuma ter enredos muitos complicados e a sua principal característica em termos visuais é a apresentação das protagonistas femininas usando apenas a sua roupa interior, realçando partes do corpo como o peito ou as nádegas ou utilizando planos onde elas ficam em situações embaraçosas e obscenas. Como é óbvio, também existem séries anime ecchi onde são os personagens masculinos que ficam mais expostos, embora seja muito menos comum.

animes

Lê ainda: Live-action de Pokemon pode estar a caminho

O género ecchi é normalmente usado como fan service (devido à sua popularidade entre os amantes de anime) e é muitas vezes incorporado com os géneros comédia, harem, shounen e seinen. Na maioria dos casos a combinação feita entre o ecchi e a comédia costuma resultar bem e evita que a série ultrapasse certas barreiras e se torne inapropriada. Eis alguns exemplos de animes ecchi: High School DxD, Zero no Tsukaima, Highschool of the Dead, Prison School, Food Wars.

 

JOGO

Os animes do género jogo são dos melhores casos para exemplificar o problema que identificámos no início desta lista, onde referíamos que grande parte dos géneros de animes não tinham qualquer correspondente no lado Ocidental. Algo que é muito comum nas produções cinematográficas (principalmente dos EUA) é a adaptação de um videojogo para filme. Contudo, aquilo em que o género jogo consiste no mundo das animações japonesas é totalmente diferente.

Vê mais: Franchise de Naruto ganha uma nova manga

animes

Estando geralmente associado aos géneros de aventura ou ação, o género jogo abrange todas as séries ou filmes que girem em torno de qualquer tipo de jogo. Pode ser um jogo de cartas, um jogo de mesa, um jogo de quebra-cabeça, ou até mesmo um jogo virtual online. Desde que o anime seja sobre qualquer jogo que possa ser jogado pelos personagens, ele passa a fazer parte deste género. Os animes que adaptem videojogos são igualmente categorizados no género jogo.

Lê também: Manga de Hunter x Hunter regressa após pausa de dois anos

animes

Vê ainda: E se as princesas Disney fossem personagens anime?

Em Portugal, um dos animes mais exemplares deste género é, sem dúvida, o anime Yu-Gi-Oh. Porém existem outros títulos que ganharam uma enorme fama a nível mundial e são bons exemplos do género jogo, como é o caso de Sword Art Online, Log Horizon, No Game No Life, Accel World, Overlord, Gyakkyou Burai Kaiji: Ultimate Survivor ou Selector Infected WIXOSS.


<< Seinen e Josei | Desporto e Slice of Life >>


Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *