Top guarda-roupas da TV | 04. Game of Thrones

Game of Thrones, para além de ser uma das melhores séries televisivas da atualidade, possui um dos melhores guarda-roupas de fantasia que alguma vez agraciaram os ecrãs televisivos do mundo.

 

<<  05. The Knick |  03. Fargo  >>

 

Michele Clapton, a figurinista de Game of Thrones será substituída para a sexta temporada, mas foi o seu trabalho que criou todo o visual de Westeros no que diz respeito ao vestuário que caracteriza, tanto as personagens como as diferentes culturas em contínuo conflito neste mundo em constante estado de guerra.

Como será de esperar, o trabalho feito na quinta temporada apoia-se fortemente nesses visuais já edificados e desenvolvidos desde o primeiro episódio da primeira temporada, mas alguns figurinos são de particular destaque.

10 (1)

15 (3)

18 (2)

21 (2)

7 (1)

O guarda-roupa de Daenerys tem-se vindo a transformar de temporada para temporada, sempre refletindo a progressão narrativa da personagem. Depois de se afirmar como a soberana de Meereen, o seu estilo passou dos práticos conjuntos azuis, feitos em tecido trabalhado de modo a referenciar a pele escamosa dos seus dragões, e tem vindo a revelar uma crescente elegância e imagética associada à pureza. O branco e a simplicidade executada em tecidos luxuosos domina o seu guarda-roupa da quinta temporada, usualmente pontuado por extravagantes peças de joalharia que mantêm sempre em mente o seu estatuto como mãe de dragões. O seu colar feito à imagem de um dos seus dragões em idade infantil é de particular espetacularidade.

 Arya finalmente muda de figurino depois de quase quatro temporadas a usar o mesmo traje com que escapou da capital após a execução do seu pai. Mesmo assim, as suas roupas, ao contrário das vestes de outras personagens continuam a ser o reflexo de imposições de outras pessoas. Como aprendiz dos Homens Sem Rosto, que envergam magníficos mantos encapuzados em preto e branco, ela veste uma simples túnica, um uniforme para o anonimato e mais tarde alguns disfarces, ora de vendedora de ostras ou de prostituta infantil, continuamente definindo a personagem a partir do modo como o mundo a vê e nunca como ela se vê e encara a si própria.

Lê Também:
Game of Thrones | Cersei Lannister, Rainha da Moda

24 (1)

26 (1)

33 (1)

36

45 (1)

Ao contrário da sua irmã mais nova, Sansa demonstra um sublime domínio da sua imagem, tendo dado a si mesma uma makeover no final da quarta temporada. O estilo de luxuoso luto permanece no início desta temporada, com tecidos pesados e silhuetas mais adultas. É Sansa, aliás que veste aquele que poderá ser o mais espetacular figurino de toda a temporada de Game of Thrones.

Em mais um trágico casamento de Westeros, Sansa casa-se com o sanguinário Ramsay Bolton, tornando-se senhora de Winterfell, onde a jovem Stark havia crescido. Neste volumoso vestido branco, Clapton inclui uma série de detalhes que relembram o legado familiar da personagem como os alfinetes em forma de peixe ou as penas que lhe cobrem os ombros e referenciam os mantos de pele que os seus irmãos envergavam no passado.

Lê também: TOP Séries by MHD | 01. Game of Thrones

Margaery (Natalie Dorman) também enverga um vestido de casamento nesta temporada, sendo que finalmente se consegue tornar rainha, sem a viuvez a atingir de imediato. Como consequência desta radical mudança de estatuto os seus figurinos ganham um peso muito maior, e o seu estilo torna-se muito mais modesto e simultaneamente ostentoso, assemelhando-se grandemente ao guarda-roupa usual de Cersei (Lena Heady). Ambas as personagens, no entanto, vêm os seus brocados e luxuosos bordados serem violentamente substituídos por andrajosos trapos de prisioneiros comuns numa das reviravoltas mais discutidas desta temporada.

Lê Também:
Game of Thrones | Os livros que deram origem à série

53 (2)

57

60 (1)

70

85

Em termos de novas culturas, apenas o vestuário de Dorne é de destaque. O estilo deste reino já havia sido sugerido na temporada anterior, mas em 2015 finalmente podemos ver Dorne em todo o seu esplendor com luxuosas armaduras de veludo reforçado, vestidos delicados e leves e até o traje de combate das filhas das filhas bastardas de Obeyn Martell, que usam armaduras texturadas de modo a sugerirem peles reptilianas.

Há uma fisicalidade palpável no mundo de Game of Thrones, assim como uma imensa diversidade cultural que se torna óbvia a partir das roupas. Os figurinos de Michele Clapton são assim uma parte essencial deste mundo originalmente edificado por George R. R. Martin e o seu contributo para o sucesso da série é incalculável. Oxalá quem vier substituir esta genial figurinista tenha, nem que seja, uma fração do seu talento e habilidade para conceber detalhadas visões de verossímil fantasia.


<<  05. The Knick |  03. Fargo  >>


Muito mais próximos do comum da nossa realidade estão os figurinos da série que ocupa o terceiro lugar nesta lista. Para saberes mais sobre a subtileza e precisão dramática dessas roupas segue ara a próxima página.


 

Cláudio Alves

Licenciado em Teatro, ramo Design de Cena, pela Escola Superior de Teatro e Cinema. Ocasional figurinista, apaixonado por escrita e desenho. Um cinéfilo devoto que participou no Young Critics Workshop do Festival de Cinema de Gante em 2016. Já teve textos publicados também no blogue da FILMIN e na publicação belga Photogénie.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *