foto de José Vieira Mendes

74º Festival de Cannes: A Selecção Oficial 2021

Foi agora apresentada Selecção Oficial do 74º Festival de Cannes, que se vai realizar de 6 a 17 de julho próximos. Praticamente sem filmes norte-americanos ou blockbusters, trata-se de uma selecção altamente democrática do cinema do mundo em tempos de pandemia e definitivamente sem filmes da Netflix.

Visivelmente cansado e ansioso ( e com algumas naturais falhas de memória ou melhor ‘brancas’), o director -artístico Thierry Frémaux, (acompanhado de Pierre Lescure) apresentou a Selecção Oficial do 74º Festival de Cannes. Trata-se de uma Selecção Oficial sem grandes novidades e surpresas em relação às previsões já anunciadas, excepto e apesar, no que diz respeito às comentadas negociações, decididamente sem filmes da Netflix.

74º Festival de Cannes

São 18 filmes na secção Un Certain Regard que volta às suas origens, com uma selecção mais virada para os cineastas da nova geração e projectos mais experimentais. Mantêm-se às Sessões da Meia Noite, os filmes Fora da Competição e a novidade (entretanto já anunciada) é a secção Cannes Premiere, dedicada aos filmes de grandes cineastas que não foram para a Competição Oficial e que querem apresentar os seus filmes em Cannes. Quanto a esta Competição principal, serão para já 23 filmes (ou 24, será anunciado em breve mais filmes selecionados, inclusive o filme de encerramento, que será uma surpresa. A Selecção Oficial do 74º Festival de Cannes, talvez a mais democrática em termos de cinema do mundo, dos últimos anos assenta em várias temáticas e particularidades, alguns filmes feitos durante a pandemia e onde são visíveis às máscaras, filmes realizados em telemóvel, documentários e filmes que reflectem a crise mundial provocada pela crise pandémica, a ideia de partida relacionada obviamente com as migrações, a afirmação de novos e jovens realizadores dos países do sul e principalmente um festival e uma selecção feita a pensar também no verão e nos veraneantes de Cannes, até porque vão abrir 14 salas num complexo comercial nos arredores da cidade.

74º Festival de Cannes

A nova secção dedicada aos filmes ambientais e Cannes Classic será anunciada nos próximos dias, como aliás as secções paralelas da Semana da Critica e Quinzena dos Realizadores. No primeiro dia de Festival será apresentado e dedicado aos jornalistas um documentário que faz um retrospectiva do cinema mundial em tempos de pandemia, que pretende ser uma ode ao cinema (sobretudo em sala) e como este irá ultrapassar a crise pandémica. Quanto às medidas sanitárias, a partir de 30 de junho a ocupação dos lugares públicos será 100% e aos participantes será exigido o certificado internacional de vacinação, sendo que diariamente está disponível um posto de testes rápidos ao Covid-19.

SELECÇÃO DE CANNES 74

COMPETIÇÃO

Annette, dir: Leos Carax (Filme de Abertura)

Flag Day, dir: Sean Penn

Tout S’est Bien Passé, dir: François Ozon

A Hero, dir: Asghar Farhadi

Tre Piani, dir: Nanni Moretti

Titane, dir: Julia Ducournau

The French Dispatch, dir: Wes Anderson

Red Rocket, dir: Sean Baker

Petrov’s Flu, dir: Kirill Serebrennikov

France, dir: Bruno Dumont

Nitram, dir: Justin Kurzel

Memoria, dir: Apichatpong Weerasethakul

Les Olympiades, dir: Jacques Audiard

Benedetta, dir: Paul Verhoeven

La Fracture, dir: Catherine Corsini

The Restless, dir: Joachim Lafosse

Lingui, dir: Mahamat-Saleh Haroun

The Worst Person In The World, dir: Joachim Trier

Bergman Island, dir: Mia Hansen-Love

Drive My Car, dir: Ryusuke Hamaguchi

Ahed’s Knee, dir: Nadav Lapid

Casablanca Beats, dir: Nabil Ayouch

Compartment No. 6, dir: Juho Kuosmanen

The Story Of My Wife, dir: Ildiko Enyedi

FORA DE COMPETIÇÃO

De Son Vivant, dir: Emmanuelle Bercot

Stillwater, dir: Tom McCarthy

The Velvet Underground, dir: Todd Haynes

Bac Nord, dir: Cédric Jiminez

Aline, dir: Valérie Lemercier

Emergency Declaration, dir: Han Jae-Rim

SESSÕES DA MEIA-NOITE

Bloody Oranges, dir: Jean-Christophe Meurisse

CANNES PREMIERE

Evolution, dir: Kornel Mundruczo

Cow, dir: Andrea Arnold

Mothering Sunday, dir: Eva Husson

Love Songs For Tough Guys, dir: Samuel Benchetrit

In Front Of Your Face, dir: Hong Sang-soo

Hold Me Tight, dir: Mathieu Amalric

Deception, dir: Arnaud Désplechin

SESSÕES ESPECIAIS

H6, dir: Yi Yi

Black Notebooks, dir: Shlomi Elkabetz

Mariner Of The Mountains, dir: Karim Ainouz

JFK Revisited: Through The Looking Glass, dir: Oliver Stone

UN CERTAIN REGARD

The Innocents, dir: Eskil Vogt

After Yang, dir: Kogonada

Delo, dir: Alexey German Jr

Bonne Mere, dir: Hafsia Herzi

Noche De Fuego, dir: Tatiana Huezo

Lamb, dir: Vladimar Johansson

Un Monde, dir: Laura Wandel

Freda, dir: Gessica Généus

Moneyboys, dir: CB Yi

Blue Bayou, dir: Justin Chon

Commitment Hasan, dir: Hasan Semih Kaplanoglu

JVM

José Vieira Mendes

Jornalista, crítico de cinema e programador. Licenciado em Comunicação Social, e pós-graduado em Produção de Televisão, pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa. É actualmente Editor da Magazine.HD (www.magazine-hd.com). Foi Director da ‘Premiere’ (1999 a 2010). Colaborou no blog ‘Imagens de Fundo’, do Final Cut/Visão JL , no Jornal de Letras e na Visão. Foi apresentador das ‘Noites de Cinema’, na RTP Memória e comentador no Bom Dia Portugal, da RTP1.  Realizou os documentários: ‘Gerações Curtas!?’ (2012);  ‘Ó Pai O Que É a Crise?’ (2012); ‘as memórias não se apagam’  (2014) e 'Mar Urbano Lisboa (2019). Foi programador do ciclo ‘Pontes para Istambul’ (2010),‘Turkey: The Missing Star Lisbon’ (2012), Mostras de Cinema da América Latina (2010 e 2011), 'Vamos fazer Rir a Europa', (2014), Mostra de Cinema Dominicano, (2014) e Cine Atlântico, Terceira, Açores desde 2016, até actualidade. Foi Director de Programação do Cine’Eco—Festival de Cinema Ambiental da Serra da Estrela de 2012 a 2019. É membro da FIPRESCI.

José Vieira Mendes has 551 posts and counting. See all posts by José Vieira Mendes

0 thoughts on “74º Festival de Cannes: A Selecção Oficial 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.