All Men Must Die: Quem morreu em The Mountain and The Viper? [SPOILER]

 

Após duas inquietantes semanas de especulação e espera para os fãs de “Game of Thrones” (A Guerra dos Tronos), o muito antecipado confronto entre Oberyn Martell e Ser Gregor Clegane, do qual dependia a sentença de Tyrion Lannister, finalmente aconteceu. O resultado? Mais uma morte chocante para juntar à lista de George R. R. Martin: Oberyn foi [literalmente] esmagado pela Montanha, num duelo sem vencedores.

_1401128546

O confronto começou da melhor maneira, com um confiante Oberyn e exibir espantosas acrobacias com a lança perante o formidável adversário, ao mesmo tempo que – à semelhança de Inigo Montoya, o espachim de “The Princess Bride” – repetia, de forma rítmica, o discurso especial que havia preparado para o assassino da sua irmã: “You raped her. You murdered her. You killed her children”. Por momentos, acreditámos que a tenacidade e agilidade de Oberyn iria levar a melhor sobre a força da Montanha…

Lê Também:
Sophie Turner tem de sobreviver no trailer de Survive

Infelizmente, como salienta o showrunner Dan Weiss: “Oberyn é vítima da clássica falha trágica do herói”. Ele poderia simplesmente ter vencido o combate, mas isso não era suficiente. A sua obsessão em vingar o assassinato da irmã acabou por levar à sua queda. Tudo porque Oberyn insistiu numa confissão pública dos hediondos crimes cometidos pela Montanha contra a família Martell… e conseguiu-o, numa cena brutal (até para os padrões de violência de “Game of Thrones”).

“The Mountain and The Viper” foi um episódio emocionalmente brutal, mas não apenas no que toca ao fatídico julgamento. Daenerys baniu Ser Jorah ao descobrir a sua traição, Sansa revelou uma faceta mais obscura ao mentir sobre a morte de Lisa Arryn, os planos de Arya voltaram a ser frustrados com a descoberta da morte da tia e Ramsay Snow tornou-se o herdeiro legítimo dos Bolton graças à traição de Theon.

Lê Também:
Killing Eve ganha trailer da 3º temporada

O que acharam deste episódio? Correspondeu às vossas expectativas? Partilhem connosco os vossos sentimentos em relação à prematura despedida do príncipe de Dorne (Pedro Pascal).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *