Dor e Glória © El Deseo

Antonio Banderas | Os filmes essenciais

Antonio Banderas oferece um dos seus melhores papéis em “Dor e Glória”, por essa razão a MHD desvenda os filmes essenciais do ator espanhol. 

Todos conhecem Antonio Banderas, o ator espanhol convidado por Hollywood para interpretar personagens heróicas, românticas e guerreiras, que, de alguma forma, transmitem a fixação do cinema americano pelo corpo masculino. Hoje, aos 59 anos acabados de cumprir (o ator nasceu a 1o de agosto de 1960, em Málaga), Banderas é um homem noutra etapa da sua vida e que, portanto, desempenha personagens mais maduras, mas também mais frágeis, sem nunca despojar-se do seu estatuto de galã.

É isso que acontece, obviamente, no seu mais recente desempenho prestado em “Dor e Glória” (título espanhol “Dolor y Gloria”), na pele de um realizador a caminho da meia-idade que não é mais do alter-ego do seu próprio cineasta: Pedro Almodóvar. Este filme confessional e (auto)biográfico de Almodóvar, arrisca mesmo a ser nomeado aos Óscares de Hollywood no início do próximo ano, depois de ter feito tamanho sucesso em Cannes, onde levou o galardão de Melhor Ator para Banderas.

1 de 11

Quando exploramos a carreira de Antonio Banderas já encontrávamos personagens tão solitárias como este seu Salvador Mallo, sobretudo nos filmes de Almodóvar, com quem conta com um total de 8 colaborações. Em “Dor e Glória”, estreado agora em Portugal, Banderas encarna Mallo com a vulnerabilidade e fragilidade que a personagem exige, expondo as dores e as suas glórias pessoais, profissionais e até familiares, à medida que revisita e se reencontra com o passado (o primeiro desejo, a primeira memória, o primeiro amor, em suma, a criação da identidade).

Dolor y Gloria
Antonio Banderas e Leonardo Sbaraglia em Dolor y gloria (2019) © El Deseo

Antonio Banderas mostra-nos, de certo modo, uma personagem que embora ferida pela vida, não deixa de sentir uma espécie de melancolia quando relembra momentos que jamais voltará a experienciar. Destaque-se ainda a sua relação com a mãe (interpretada na versão jovem por Penélope Cruz e na versão mais velha por Julieta Serrano), memória amarga, mas que não deixa de ser chave para a trama.

Desta forma, para celebrar a estreia de “Dor e Glória” (escolhido por Espanha como candidato aos Óscares 2020), a MHD apresenta uma lista eclética de sugestões dos melhores filmes com Antonio Banderas, dedicada aos fãs do ator. Os trabalhos, que vão desde suas melhores colaborações com Almodóvar até seus maiores sucessos em Hollywood, provam que Antonio Banderas é um dos atores mais versáteis e interessantes, cuja carreira estende-se também para o teatro e moda.

Os filmes essenciais de Antonio Banderas são apresentados por ordem alfabética, sem qualquer ordem de preferência.

1 de 11

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *