Anya Taylor-Joy é a estrela do fenómeno "The Queen's Gambit" | © Netflix

Anya Taylor-Joy e Scott Frank em projecto de Nabokov

Depois de “The Queen’s Gambit”, Anya Taylor-Joy e Scott Frank juntam-se para novo projecto. É inspirado em “Laughter in the Dark”, uma obra de Nabokov.

Com um sucesso que tem sido visível na Netflix, Anya Taylor-Joy está preparado para arrancar com um novo projecto ao lado de Scott Frank, um dos criadores de “The Queen’s Gambit”. Os dois juntaram-se para o drama do mundo de xadrez, que conquistou audiências por todo o mundo, e agora irão trazer aos ecrãs uma versão de “Laughter in the Dark”, uma obra de 1932.

Do autor Vladimir Nabokov, o mesmo de “Lolita”, “Laughter in the Dark” centra-se em Albert Albinus, um crítico de arte de meia idade, que ganha um especial interesse em Margot Peters, uma rapariga de 17 anos aspirante a actriz e modelo. Os dois envolvem-se numa relação de “parasitismo” quase, e em muito instigada por Axel Rex, um antigo amor de Margot.

Lê Também:
30 abaixo de 30 | As grandes promessas da representação em Hollywood

Scott Frank, responsável pela adaptação da história de Nabokov, já vê Anya Taylor-Joy como a protagonista feminina da história, enquanto Margot Peters. Frank pretende que o projecto, um thriller, “seja um valentine para os filmes”, explicando que a ideia é fazer um filme noir, um filme dentro de um filme.

As expectativas para esta nova adaptação são relativamente grandes uma vez que as adaptações do trabalho de Nabokov não tem tido muito sucesso. A que teve maior sucesso foi realmente “Lolita” (1962), de Stanley Kubrick, cujo argumento foi escrito pelo próprio Nabokov. Adriana Lyne fez uma adaptação da mesma história em 1997 e Rainer Werner Fassbinder já havia trabalhado em “Despair”, em 1978.

Não existe ainda data para o início de produção desta longa-metragem, nem é sabido que estúdios irão avançar com o projecto. Mas resta esperar para ver a magia que Taylor-Joy e Frank Scott irão fazer novamente em equipa.

NETFLIX | ANYA TAYLOR-JOY BRILHA EM THE QUEEN’S GAMBIT

Já tiveste oportunidade de ver Anya Taylor-Joy em “The Queen’s Gambit”?

Marta Kong Nunes

Arquitecta (com um c!) de formação. Coordenadora de profissão. Fanática de cinema e séries por pura paixão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *