Batman vs. Superman | Má caracterização das suas personagens

Em “Batman vs. Superman” conhecemos a versão cinematográfica dos heróis da DC Comics, e enquanto uns adoraram as novidades, outros não ficaram tão convencidos.

Um Super-Homem sem carisma em Henry Cavill, um Batman completamente desproporcional e fora de carácter apesar da forte performance de Ben Affleck e um Lex Luthor (Jesse Eisenberg) demasiado preocupado com charadas e metáforas para ser levado a sério. Tudo críticas que ao revermos o filme podemos achar completamente justas, mas que uma mente aberta pode facilmente deixar passar.

Gal Gadot em Batman vs. Superman

Tal como no mundo da banda-desenhada, vários autores tiveram ideias diferentes para re-imaginar certas personagens. Zack Snyder é ele próprio um grande fã do mundo aos quadradinhos, algo notório no seu entusiasmo pelo papel tão central no lançamento deste universo. Por isso mesmo, a sua visão é apenas isso, mais uma…

Lê Também:
Exército dos Mortos, da Netflix, já tem um novo trailer

Lê ainda: Versão “R-Rated” de Batman vs. Super-Homem a caminho

Um Clark Kent/Super-Homem mais inocente, influenciável e sério, que quando a vida de outros ,e mais propriamente o seu par romântico Louis Lane, está em jogo, não tem problema em matar o catalisador. Por outro lado, apresenta a versão mais próxima de Batman que alguma vez recebemos – um mercenário solitário, cuja vida nunca foi facilitada devido a várias tragédias, neste caso o óbvio assassinato dos seus pais, as perdas de Robin e mais recente de amigos próximos na batalha entre Super-Homem e General Zod em “Homem de Aço”. Talvez devido a tanta perda, este Cavaleiro Negro não tem problema em assassinar e torturar os seus oponentes, explicando assim a grande diferença entre Batffleck e o Batman que conhecemos de prévias adaptações.


Demasiada Necessidade de Efeitos Especiais >>


Lê Também:
Exército dos Mortos, da Netflix, já tem um novo trailer

Marcos Mendes

Um membro representante da cultura geek, criativo e apaixonado pela sétima arte. Sigam-me no Facebook para mais comentários e opiniões sobre o mundo do cinema e televisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *