Black Midi (foto de Matt Lief Anderson)

Cavalcade dos Black Midi sai esta Primavera

Os Black Midi estão de volta com o anúncio do seu segundo álbum, Cavalcade. Por agora, chega-nos a faixa dupla “John L/ Despair”.

Estes últimos tempos obrigaram o mundo da música a desacelerar, não foram só os festivais e concertos que foram adiados para um futuro incerto, mas também o habitual tumulto advindo do lançamento de nova música reduziu bastante. Mesmo assim, foi-nos chegando material novo diretamente nascido destes tempos plácidos de confinamento, um conceito que, como quase tudo nestes dias, se foi tornando gradualmente pouco inovador e entusiasmante. Enquanto isto, houve quem tivesse feito de tudo para se manter ativo, como é o caso dos Black Midi.  Entre os vários projetos em que esteve envolvida, a banda inglesa dedicou-se, no início da quarentena, a pequenas sessões na rádio e também se juntou, mais recentemente, aos seus conterrâneos Black Country, New Road, para um concerto de tributo ao Born To Run. Ao mesmo tempo, começava a surgir o seu segundo álbum, Cavalcade, que será lançado no dia 28 de Maio via Rough Trade.

Lê Também:
Bright Green Field será a estreia dos Squid

Neste segundo LP, a banda adotou uma abordagem completamente diferente da seguida em Schlagenheim, o seu álbum de estreia que tanto nos surpreendeu em 2019. Os artistas procuraram gravar algo que fosse harmonicamente mais interessante e desafiante. “É fácil deixarmo-nos levar pelo mito da improvisação de intervenção divina, que nos faz pensar que se uma canção não surge naquele sítio natural, sem ser guiada por aquela pessoa específica, quando estamos todos a sentir, então não é adequada e não é pura. Mas isso é bastante perigoso porque se acaba sempre por não experimentar algo novo, ou abandona-se logo uma ideia porque não resulta à primeira, porque se está sempre à espera que tudo aconteça de forma perfeita”, afirmou Geordie Greep no comunicado de imprensa.

Cada membro do grupo acabou por ter de escrever mais em casa e, além disso, juntaram-se colaboradores para adicionar piano, saxofone e violino, resultando num processo mais complexo e organizado. Como afirmou Simpson, “a experiência desta vez foi completamente oposta à de Schlagenheim. Muito do material era realmente novo, mas isso foi algo que jogou a nosso favor e nós aproveitámo-lo. ”

Lê Também:
Lucy Dacus traz-nos a versão gravada de "Thumbs"

Depois de gravar inicialmente “John L” com a produtora Marta Salogni em Londres, a banda encontrou-se nos Hellfire Studios, nas montanhas de Dublin, no verão de 2020 com a colaboração de John “Spud” Murphy. No mesmo comunicado de imprensa, Geordie comenta: “Funcionou muito bem com o John. Queríamos um som natural e aberto combinado com quebras da quarta parede – por falta de uma melhor expressão. Sabem quando se consegue ouvir o barulho da fita, de tal maneira que se consegue perceber que estamos a ouvir um álbum? [Com muitos discos] parece que se está a ouvir ECM, o som incrível de 25 microfones ou um álbum lo-fi cheio de efeitos insanos. E eu pensei: ‘Por que não ter um álbum onde se combina os dois? Essa foi uma das ideias principais e o John estava muito interessado nela.”

Com a saída (temporária) do guitarrista e vocalista original da banda Matt Kwasniewski-Kelvin, os Black Midi escolheram expandir o seu som em Cavalcade com o saxofonista Kaidi Akinnibi e o pianista Seth Evans.

Lê Também:
O regresso épico dos Wolf Alice com "The Last Man on Earth"

O novo registo explora uma série de personagens que, a julgar pelo primeiro suporte visual partilhado pela banda, não são nem imediatas nem extremamente cativantes. “Quando se ouvem as várias faixas, pode-se imaginar todos as personagens a entrar numa espécie de cavalgada”, disse Cameron Picton. “Cada uma conta a sua história e, conforme cada faixa termina, são ultrapassadas, sendo substituídas pela próxima da fila.”

Juntamente com o anúncio do novo álbum, os Black Midi partilharam o single principal, “John L”, uma faixa com uma sonoridade massiva e febril que conta com a entrada alucinante de Jerskin Frendrix no violino. O vídeo, liderado pela coreógrafa Nina MaNeely, revela a narrativa subjacente aos versos da canção, uma comédia sobre o que acontece quando os seguidores de um determinado culto se revoltam contra o seu líder. Chegou-nos também “Despair” o lado B do single principal que nos prepara para a polifonia que marcará Cavalcade.

“JOHN L” | BLACK MIDI

“DESPAIR” | BLACK MIDI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *