Super Bock Super Rock

Concertos a não perder no Super Bock Super Rock

O festival Super Bock Super Rock começa a sua 24ª edição já hoje  no Parque das Nações em Lisboa, e estes são os concertos que não podes mesmo perder.

Temples | dia 19 julho, Palco EDP – 19h20

Temples

Os Temples vão trazer a este Super Bock Super Super o seu já habitual rock psicadélico, e vão interpretar o seu disco de estreia “Sun Structures”, lançado em 2014 e o seu mais recente trabalho “Volcano”, que data do ano passado. Em Volcano, os Temples mostraram a sua veia mais electrónica.

Lê Também:
Consulta os horários do MEO Marés Vivas 2018

The XX | dia 19 julho, Palco Super Bock – 22h15

The XX

Foi no seu pop, mais depressivo, com um toque de indie que os The XX se tornaram a banda que são hoje, mas não há dúvidas que se souberam reinventar em I See You, o seu mais recente trabalho. A mudança não é drástica, soa-nos ligeiramente diferente daquilo que já estávamos habituados mas a mudança fez-lhes bem e nós gostámos do resultado.

The Vaccines | dia 19 julho, Palco EDP – 22h50

The Vaccines

Foi em 2011 que a banda lançou o seu primeiro álbum,  “What Did You Expect From The Vaccines”, quando as expectativas sobre este trabalho eram já elevadas. Num bom registo de rock, do primeiro álbum aos vários concertos pelo mundo foi um passo.

Não são uma estreia em Portugal, mas desta vez vêm apresentar Combat Sports, o seu novo álbum.

Justice | dia 19 julho, Palco Super Bock – 00h10

Justice

Para encerrar o palco principal do festival na primeira noite, a organização optou pela música eletrónica dos Justice. Uma escolha algo estranha tendo em conta que o último álbum do duo, Woman (editado em 2016). Tocam a partir da meia noite e espera-se que o palco principal do Super Bock vire uma autêntica pista de dança!

Luís Severo | dia 20 julho, Palco LG by Rádio SBSR – 21h10

Luis Severo

Luís Severo começou a sua carreira na música portuguesa como O Cão da Morte, e agora, em nome próprio, tem feito canções inter-geracionais. No ano de 2015 editou “Cara d’anjo”, disco que foi considerado um dos melhores do ano, por diversas publicações portuguesas. O ano passado regressa ao trabalho com “Luís Severo”, uma viagem  pela cidade de Lisboa. “Amor e Verdade” e “Olho de Lince” são dois exemplos da boa forma do jovem músico português.

Anderson .Paak & The Free Nationals | dia 20 julho, Palco Super Bock – 22h00

Anderson .Paak

Anderson .Paak é um artista versátil que consegue interpretar diversos estilo. Nesta noite, na sua actuação do Super Bock Paak vão estar acompanhados do fantásticos The Free Nationals, pelo que se espera uma actuação enérgica e inspirada. Este ano espera-se que lancem um novo tema, e as expetactivas são bastante elevadas.

Travis Scott | dia 20 Julho, Palco Super Bock – 23h50

Travis Scott

Travis Scott é, provavelmente,  um dos artistas com mais seguidores em todo o mundo e tem tido colaborações com artista de prestígio: Kendrick Lamar, SZA, Quavo, ScHoolboy Q, Young Thug, Future, Kanye West ou The Weeknd. Depois do disco de 2016 Birds In The Trap Sing McKnight, e de no final de 2017 ter editado, a meias com Quavo, Huncho Jack, Jack Huncho, Travis Scott está a preparar Astroworld, terceiro disco, a sair em breve.

Stormzy | dia 21 julho, Palco Super Bock – 20h00

Stormzy

Depois de no ano passado Skepta ter trazido toda a pujança do grime para uma actuação no NOS Primavera Sound, Stormzy vem mostrar que pode fazer melhor, ou pelo menos igualar, o rapper e produtor que volta a actuar este ano em Portugal. Vai trazer  seu álbum de estreia nomeado para o prémio Mercury Gang Signs & Prayer, aclamado pela crítica e pelo público.

Lê Também:
The National & Queens of the Stone Age | Carta de um novo e velho fã

Benjamin Clementine | dia 21 julho, Palco Super Bock – 21h40

Benjamin Clementine

O músico britânico actuou este ano em Lisboa, no campo pequeno, tendo esgotado a sala em poucos dias. Agora está de regresso a Portugal para um concerto num festival de verão. Na bagagem trará o segundo álbum de originais, “I Tell a Fly”, editado no ano passado e acabado de apresentar ao público lisboeta.

Qual a banda que mais gostarias de ver a actuar nesta edição do Super Bock Super Rock?

 

Cátia Santos

Observadora, comunicadora, crítica, muito curiosa, apaixonada pela escrita criativa e informativa. Devoradora de livros e de música, com um especial gosto por tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *