© Campo de Letras

Escritor Haruki Murakami em sessão de Bossa Nova

Podes assistir à repetição do evento especial em que o romancista japonês explica como recorre à Bossa Nova para lidar com a pandemia.

O evento “Murakami Jam — Blame it on the Bossa Nova,” decorreu na Tokyo FM, durante duas horas, no dia 14 e contou com uma assistência ao vivo de 100 fãs, escolhidos através de sorteio. A boa notícia é que entre 17 e 24 de fevereiro podes assistir a tudo o que se passou, nesta rara ocasião em que Murakami se apresentou em público.

Para isso, basta ires ao site da Tokyo FM onde podes adquirir o bilhete por 4000 mil iens, o equivalente a cerca de 30 euros, e aceder as vezes que quiseres ao streaming com legendas em inglês. A sessão integrou ainda a artista de Bossa Nova, Ono Lisa, os pianistas de jazz, Junko Onishi, Yosuke Yamashita e a cantora Miu Sakamoto.

Além da música o autor japonês leu o conto “1963/1982 – A Rapariga de Ipanema”, que relata o encontro imaginário com a protagonista da conhecida canção brasileira, acompanhado à guitarra por Kaori Muraji

Lê Também:
Spamflix | Cinema japonês de culto à distância de um clique

Em tempos de pandemia, o autor admitiu que tenta manter a sua rotina diária de escrita e de corrida, confessou que teme a discriminação dos doentes com o Covid-19 e reconheceu que considera que o ritmo da Bossa Nova tem um efeito curativo, refere comunicado da Casa das Letras.

 “A Menina dos Anos” é o mais recente título de Haruki Murakami  e integra ilustrações de Kat Menschik. Com Tóquio como cenário, o banal vigésimo aniversário de uma empregada de mesa conhece uma estranha reviravolta quando lhe pedem que entregue o jantar ao proprietário do restaurante, homem recluso e pouco sociável.

Conhecido por “Kafka À Beira Mar”, “A Morte do Comendador” e “1Q84”, aos 72 anos Haruki Murakami é um dos escritores japoneses contemporâneos mais divulgado em todo o mundo, encontrando-se traduzido em mais de 50 línguas. A obra de Murakami tem sido distinguida com importantes galardões internacionais, com destaque para os prémios Franz Kafka, Jerusalém e Hans Christian Andersen.

 

Haruki Murakami
A Menina dos Anos © Casa das Letras

 

Qual é o teu livro favorito de Haruki Murakami? Porquê?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *